• Lenon Quoos

2ª Operação Lockdown prende 77 foragidos que solicitaram auxílio emergencial no RS

A Polícia Civil divulgou nesta segunda-feira, 9 de agosto, o resultado da chamada Operação Lockdown 2, realizada entre os dias 2 e 6 deste mês em todo o Rio Grande do Sul. Das 530 ordens judiciais de mandados de prisão em aberto no Conselho Nacional de Justiça, 77 foram cumpridas. São todos foragidos por diversos tipos de crimes e que foram recapturados porque também estavam solicitando auxílio emergencial. As buscas continuam.


A ação, que teve cruzamento de dados entre duas instituições, foi em parceria com a Controladoria-Geral da União (CGU). As prisões ocorreram em Bagé, Cachoeira do Sul, Caxias do Sul, Erechim, Lagoa Vermelha, Osório, Palmeira das Missões, Passo Fundo, Pelotas, Santa Maria, Santo Ângelo, Soledade e Vacaria.

Cada departamento da polícia, conforme área de atuação ou tipo de crime combatido, teve a incumbência de localizar os foragidos. Por exemplo, o Departamento de Investigações do Narcotráfico (Denarc), prendeu foragidos por tráfico de entorpecentes que haviam solicitado o benefício do Governo Federal.


O diretor do Gabinete de Inteligência e Assuntos Estratégicos (GIE) da Polícia Civil, delegado Endrigo Veiga Marques, destaca que eventuais crimes envolvendo fraudes ao auxílio emergencial são de competência federal e que o GIE enviará um relatório à Polícia Federal ao final da operação, nos mesmos moldes do que foi feito na 1ª fase da Operação Lockdown, deflagrada em junho de 2020, com 207 prisões realizadas.


A 2ª fase da Operação Lockdown teve a participação do Denarc, Departamento de Polícia Metropolitana (DPM), Departamento de Polícia do Interior (DPI), Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), Departamento Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Departamento Estadual de Proteção a Grupos Vulneráveis (DPGV) e Coordenadoria de Recursos Especiais (Core).

Foto: Divulgação

Tchê Peq..png