top of page
  • Foto do escritorDa Redação

Adiada a votação do projeto de lei que cria o Programa Pró-Hospitais, de Cláudio Tatsch

Foi adiada dessa terça-feira para o próximo dia 23 a votação do projeto de lei que cria o Programa Pró-Hospitais (PPH/RS), proposta do deputado estadual cachoeirense Cláudio Tatsch em parceria com os colegas parlamentares Thiago Duarte, Airton Artus e Beto Fantinel (atual secretário estadual de Desenvolvimento Social). O PPH/RS permite que as empresas destinem até 5% do valor de seu Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para hospitais filantrópicos, dentro de um teto estabelecido em 0,8% da arrecadação do tributo pelo governo gaúcho.


Enquanto o projeto chamado também de Lei Cláudio aguarda votação em plenário, o deputado coleciona moções de apoio e detalha a iniciativa a autoridades do Estado. Nessa segunda-feira ele tratou da proposta com a secretária estadual de Saúde, Arita Bergamann. Já no começo da tarde dessa terça-feira o parlamentar recebeu, em seu gabinete, a diretoria da Federação dos Hospitais do Rio Grande do Sul. O grupo veio reforçar sua parceria para a aprovação do projeto, assim como fez, também nessa terça-feira, a direção da Federação das Entidades Empresariais do Rio Grande do Sul (Federasul).

Cláudio Tatsch com a secretária Arita Bergmann tratando sobre o Pró-Hospitais/ LUCAS SANTOS


Comments


bottom of page