• Da Redação

Adriana Palladino está otimista e pretende atuar fortemente na causa animal

Com a saída do vereador Marcelo Figueiró (MDB) da Câmara de Vereadores para assumir uma pasta municipal nesta semana, a Secretaria Municipal da Saúde de Cachoeira do Sul, quem ficará como suplente e ocupará a sua cadeira no legislativo é a defensora da causa animal do município, Adriana Palladino (MDB), de 49 anos, que conquistou 685 votos na última eleição.


A solenidade oficial do seu ingresso ocorrerá no juramento marcado para o dia 29 de março. Mesmo sem ter assumido oficialmente, Adriana já participou da sessão ordinária da Câmara nesta sexta-feira, 19 de março, que teve como pauta discussões de projetos de leis e apresentação de emendas. Ainda pela manhã desta sexta, Adriana visitou Centro Municipal de Proteção Animal (Cempra) junto com o secretário do Meio Ambiente, Geraldo Fogliarini e a bióloga Talita. Em sua postagem sobre a visita no Facebook, Adriana revela que pela primeira vez em muitos anos saiu feliz do local e com esperanças de que desta vez a situação irá mudar de fato, pois o local conta com uma equipe maior agora sob o comando de Pascoal e apoio da Lúcia Severo.


"Vi melhorias que a anos pedimos e agora estão acontecendo, Geraldo aceitou minha sugestão de como deve ser o novo gatil e eu reafirmei meu compromisso de fazer o meu melhor pelo Cempra, o que não é segredo para ninguém. Essa sempre foi a minha meta. Já que estamos numa nova gestão, vou doar ao Cempra uma nova identidade visual, como um símbolo de recomeço. Em breve mostrarei aqui as melhorias e novidades. Juntos com certeza transformaremos o Cempra num lugar com condições melhores para os animais", ressaltou.

PERFIL E OBJETIVOS

Carioca, Adriana reside em Cachoeira do Sul há quase nove anos. Sempre esteve envolvida na causa animal quando morava no Rio de Janeiro. Ao chegar em Cachoeira, percebeu a necessidade de criar uma associação como forma de ajudar a presidente da antiga Acapa, Lúcia Severo, que estava encontrando dificuldades e não conseguindo dar conta da demanda para atender os animais abandonados.


Em um grupo de seis pessoas foi que surgiu a Associação Pelo Amigo que completa 6 anos em 2021. "À frente desta entidade conseguimos colaborar ativamente com melhorias no Cempra, onde durante esse tempo já castramos mais de 700 animais, sendo 200 só no ano passado, além de centenas de resgates e atendimentos", ressalta.


Adriana revela que é a primeira vez que assumirá um cargo política e que está bastante otimista. "Pretendo atuar fortemente na causa animal, mas não esquecerei de colaborar com tudo que for para melhorar a vida das pessoas e ajudar no crescimento da cidade.

Foto: Divulgação






Tchê Peq..png