top of page
  • Foto do escritorDa Redação

Adriana Palladino | Gatos, seres de Luz!

Não é segredo para ninguém que eu sou gateira. Na verdade, foi um gato que me tornou a protetora que sou hoje. Morei por um período em Recife e quando voltei para o Rio de Janeiro não tinha nenhum animal de estimação. Minha vó materna que sempre foi gateira, tinha uns filhotinhos na casa dela. Escolhi um amarelinho que coloquei o nome de Little Cat (pequeno gato). Little era um gato extremamente inteligente, carinhoso e aventureiro. Criou vários métodos de fuga. Detalhe: minha casa tinha muros muito altos, mas mesmo assim, ele conseguia fugir. Obviamente ele viveu pouco. Morreu com menos de um ano, envenenado. Sofri muito essa perda e a partir daí comecei a estudar sobre gatos e guarda responsável.


Gatos são seres sensacionais! Só quem se permite conhece-los sabe disso.  Existem diversos estudos que dizem que os gatos são verdadeiros terapeutas holísticos. São reikianos naturais e que o ronronar tem um poder curativo incrível. É atribuído aos gatos também o crédito de serem transmutadores de energias por transformarem energias negativas em positivas.


Gatos reduzem o risco de ataques cardíacos, e não sou eu que digo isso. É um estudo feito nos Estados Unidos, mais precisamente em Minnesota, com 4000 americanos, feito ao longo de 10 anos de pesquisa. Os resultados demonstraram que os donos de gatos apresentaram um risco de 30% menor de sofrer ataque cardíaco, em comparação com aqueles que não possuem gato.


Em alguns países os gatos são idolatrados e respeitados pelas pessoas que os protegem como seres preciosos. No Egito antigo os gatos eram considerados deuses por causa da deusa Bastet. Os egípcios criaram cemitérios, os mumificavam e muitos eram enterrados junto com seus donos. Hoje em dia, na Turquia e no Japão eles são reis! Estão por todos os lugares. São bem cuidados e amados pela maioria do povo. Quem nunca viu no instagram uns reels mostrando pessoas tentando passar seus cartões de passagem nos metrôs em Istambul e os gatos ali, deitados, majestosos, pouco se importando com a dificuldade das pessoas de passarem seus cartões para acessaram o metrô.


Aqui, no Brasil, estamos muito longe disso. Enquanto no Japão os gatos são reverenciados por trazer boa sorte e resultados positivos, aqui os gatos, principalmente os pretos são considerados de má sorte. Uma ideia totalmente descabida e sem fundamento. Nos abrigos e lares temporários, os gatos pretos são a maioria dos que vivem a vida toda por lá, sem a chance de serem adotados. Com isso, os protetores como eu, tem vários pretinhos em casa, e posso garantir: eles trazem muita sorte e amor!


Os gatos demonstram seu amor de forma sutil. Se os gatos fossem um signo eles seriam aquarianos. São seres independentes, cheios de personalidade, mas com muito amor para dar. O gato não gosta de mudanças, ele gosta de ter segurança. Por isso as pessoas têm um péssimo hábito em dizer que gatos são “da casa” e não do “dono”.


Eu costumo dizer que, feliz daquele que tem o amor de um gato, pois com certeza, ele te protegerá até o final da vida.


Ao longo desses anos, por diversos momentos difíceis, muitas vezes de dor, eu sempre tive perto de mim um ronronar vibrante para secar minhas lágrimas, diminuir minhas dores e tristezas. Eu sou muito grata por ser amada e por ter sido amada por todos esses seres fantásticos e espirituais que estão e aos que já passaram junto comigo por essa jornada incrível que é a vida!


Se você não é gateiro (a) dê uma oportunidade de um bichano conquistar seu coração e você o dele. Você terá a oportunidade de conhecer um amor único!


Adriana Palladino

bottom of page