• Da Redação

Afubra doa mudas e arrecada alimentos na 2ª edição da campanha MuDáAlimento

Pelo segundo ano consecutivo, a Afubra, por meio do Verde é Vida, promove a “Campanha MuDáAlimento – quem doa com amor, planta a esperança”, com o objetivo de praticar a solidariedade e preservar o meio ambiente. A Campanha consiste na troca de um quilo de alimento não-perecível por uma muda de árvore nativa e ocorrerá em todas as filiais da Afubra, no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Os alimentos arrecadados serão destinados às entidades assistenciais de municípios atendidos pela matriz e filiais da Afubra.


Segundo o coordenador-geral do Verde é Vida, Adalberto Huve, “a Campanha terá início no dia 2 de agosto e se estenderá durante todo o mês, ou enquanto tivermos mudas para doação, integrando as comemorações dos 30 anos do Verde é Vida, um trabalho de educação socioambiental rural, mantido pela Afubra, nos três estados do Sul do Brasil. Queremos doar 30 mil mudas de árvores e arrecadar 30 mil quilos de alimentos”.


Em 2020, a MuDáAlimento foi realizada durante o mês de setembro, e arrecadou 27.341 quilos de alimentos não perecíveis, por meio da distribuição de 24.176 mudas de árvores nativas. “O auxílio ao nosso próximo se faz cada vez mais necessário. São tempos difíceis que estamos vivendo e, cada um, dentro de suas possibilidades, deve fazer a sua parte. E a Afubra sempre procura estar presente na vida de suas comunidades. A Campanha alia o auxílio às pessoas com dificuldades com a preservação ambiental, que a nossa entidade já faz desde a sua fundação”, diz Huve.


As mudas de espécies nativas da Mata Atlântica e do Bioma Pampa são oriundas do Viveiro Agroflorestal da Afubra e de viveiros parceiros. A Campanha MuDáAlimento 2021 tem o patrocínio da Adama, Husqvarna e da Syngenta. “Temos a certeza que a segunda edição da nossa Campanha atingirá os objetivos de solidariedade e de preservação ambiental. Para isso, contamos com a parceria de nossas escolas e comunidades. Unidos, podemos fazer a diferença”, conclui Adalberto.

Foto: Divulgação

Tchê Peq..png