• Lenon Quoos

Agentes de saúde cobram reajuste do piso federal ao prefeito José Otávio

A classe dos agentes comunitários de saúde de Cachoeira do Sul estão reivindicando o reajuste de 17% do piso que é proveniente quase em sua totalidade de recursos federais, que o prefeito José Otávio Germano prometeu repassar para os servidores da rede municipal até o final deste mês de março. Em todos os janeiros, o piso sofre uma alteração de valor.


Conforme os agentes, nos governos anteriores a classe recebia o reajuste anual na folha de janeiro. "Neste governo, o piso foi alterado para R$ 1.550,00 já em janeiro de 2021 e esse valor não foi nos repassado o ano inteiro passado. Neste ano, sofreu novo reajuste e subiu para R$ 1.750,00. No início de março, o prefeito chamou uma equipe de seis agentes e prometeu que iria pagar o piso no valor integral na folha de pagamento de março", explicou uma das agentes comunitárias.


No entanto, está vigente atualmente o piso no valor de R$ 1.450,00.


A agente que fala em nome da categoria enfatiza que ela e os colegas precisam de uma resposta. A cobrança vem sendo divulgada e protestada pelos servidores nas redes sociais durante toda a última semana. "Nós temos direito à esse piso federal, o dinheiro vem para os cofres públicos, mas não está sendo repassado como deveria para a gente. Queremos receber o que foi prometido", pontuou.


Conforme ela, a indignação é maior em saber que os profissionais trabalharam na linha de frente com atendimentos e testagens em diversos locais durante toda a pandemia. "Queremos saber do senhor prefeito quando ele irá cumprir a palavra dele. A classe está chateada e revoltada", pontua.


"Atuamos na linha de frente. Não podemos nos negar a trabalhar e jamais faríamos greve, mas se o prefeito não cumprir com a palavra, nós iremos protesta. Queremos o nosso salário pago em dia para podermos trabalhar mais tranquilo frente à dengue, além de ser nosso direito", afirmou.


ENTENDA

A Prefeitura Municipal está recebendo a alteração de salário dos agentes de saúde desde janeiro de 2021 no valor de R$ 1.550,00 e que em janeiro deste ano passou para o valor de R$ 1.750,00. O Orçamento de 2022 prevê o uso de R$ 800 milhões para o pagamento do piso da categoria deste ano, que passou de R$ 1.550 (2021) para R$ 1.750.


A PREFEITURA

Bastidores da política no passo municipal apontam que o Prefeito esteja de acordo para o reajuste a partir do próximo pagamento, o que deve ser confirmado até a próxima semana. O documento já está no gabinete para análise.

Foto: Ascom Prefeitura

Banner para site-1.png