• Da redação

Aglomerações de pessoas sem máscaras e distanciamento preocupam cachoeirenses

O centro de Cachoeira do Sul mais uma vez foi tomado pelas aglomerações neste final de semana. Em estabelecimentos e revenda de bebidas localizadas na Júlio de Castilhos, Avenida Brasil, David Barcelos, além das praças centrais, era possível ver grandes grupos de pessoas aglomeradas e na maioria das vezes consumindo bebidas alcoólicas. O agravamento do não cumprimento das medidas de prevenção ao contágio da Covid-19 vem preocupando os órgãos de saúde do município, já que a UTI Covid do HCB está lotada e o número de novos casos vem aumentando nas últimas semanas no município.


O ponto de maior concentração de pessoas, em sua grande maioria jovens, foi registrado na subida da Rua David Barcelos, entre os estabelecimentos Aquece Bebidas e o Bigorna. Na noite deste domingo, 7, era quase impossível trafegar com veículos já que grandes aglomerações tomaram conta da via, fato que causou preocupação e revolta de muitas pessoas que encaminharam mensagens ao Fatos 24h após o ocorrido.


Um dos leitores ressaltou: "Acabou a Covid? Depois ficam reclamando do comércio fechado. Engraçado que aqui nesse ponto pode ter aglomeração. Os fiscais ficam atuando somente na 7, no Best e na Avenida Brasil, mas esquecem da David junto ao Aquece. Veremos os resultados de novos casos na semana que vem", revoltou-se.


A responsável pelo setor de fiscalização da Prefeitura, Fabiane Torres, informa que a equipe está atuando nos estádios, na cobrança das vacinas e no controle das festas e eventos. "A questão das aglomerações nas ruas chegou em um ponto que não temos mais o que fazer para dispersar. Sempre acaba ocorrendo. Infelizmente essas situações sempre vão ocorrer e partem de pessoas que não querem enxergar a gravidade em que resultam essas aglomerações. O que podem continuar fazendo é o fechamento do trânsito como o Setor de Trânsito e a Brigada Militar já vem fazendo, inclusive com mais força nos finais de semana ", informou.


O que diz a Saúde?

O secretário municipal da saúde, Marcelo Figueiró, afirmou que irá se reunir com o Gabinete Especial de Combate ao Covid ainda nessa semana para discutir medidas mais severas e aumento de equipes para a fiscalização nas vias públicas. "Não queremos reverter a fiscalização porque as pessoas precisam trabalhar e o comércio funcionar. Só que não é o momento ainda de se fazer aglomeração desnecessária. Uma coisa é ir em um restaurante apenas se alimentar e sair ou numa revenda de bebidas comprar e sair e outra bem diferente é permanecer no local se aglomerando. Queremos que as pessoas possam voltar à normalidade com sensatez, entendendo o momento que estamos vivendo. Vamos discutir o aumento de equipe para dispersar as aglomerações", ressaltou o secretário.


Foto: Divulgação

Banner para site-1.png