• Da Redação

Aline Corrêa | Dicas de cortinas

Cortinas são elementos essenciais na composição de um ambiente. Além de auxiliarem no controle da luminosidade e temperatura do ambiente, contribuírem para a conservação dos móveis e dos revestimentos que temos dentro do ambiente, elas ainda são um excelente elemento de decoração que auxilia na harmonia do ambiente.


Existem inúmeros tipos de cortinas disponíveis no mercado. As mais convencionais são as de tecido e que são instaladas utilizando-se varões e bandos. A fixação da cortina no varão geralmente é feita com argolas, alças, ilhoses, além dos tecidos interinos que são colocadas diretamente no varão. Os trilhos são utilizados com maior frequência em cortinas feitas sob medida.



Saindo um pouco do tradicional, temos as persianas, que é um tipo de cortina mais moderno e também possui muitos modelos e variações. A rolô é um tipo de persiana mais linear, já a romana é um modelo com mais volume e movimento pois o perfil é feito em gomos, e também a mais tradicional que é a horizontal, formada por hastes lineares horizontais, que podem ser de metal, PVC, madeira ou tecido. As persianas horizontais dão a sensação de pé direito maior.



Ao escolher o tecido é importante saber se será utilizada persiana junto com a cortina ou não, pois a incidência do sol diretamente sobre tecidos mais frágeis pode danificar mais facilmente os mesmos. Dentre os tipos de tecido temos os de fibra natural, os sintéticos, que imitam a fibra natural porém são mais versáteis, e também existem os tecidos mistos.



Se você pretende usar a cortina apenas para regular a luminosidade do ambiente, opte por cores que sejam mais próximas da cor da parede onde ela será colocada, não se destacando dentro do ambiente. Porém a cortina também pode ser usada como um elemento de decoração que irá se destacar junto com a janela. O ideal é coordenar a cor da cortina com os tecidos e revestimentos já existentes no ambiente.


Cores mais escuras deixam o ambiente mais serio e intimista e ficam bem quando o sofá, a marcenaria ou outro grande volume do ambiente também sejam escuros.. Cortinas beges ou cru combinam com tecidos de cor marrom, acabamento em madeira e fibras naturais. Cortinas brancas e cinzas combinam acabamentos em cimento, preto metalizado.



Pregas aumentam volume, quanto mais pregas mais a cortina se projeta para fora da parede. Para gerar o mesmo efeito das pregas você pode também franzir o tecido no varão para dar esse aspecto mais volumoso.


Se o objetivo é dar mais privacidade ao ambiente ou controlar melhor a luminosidade, uma boa opção são as cortinas com tecidos mais fechados ou black-out. Hoje em dia as cortinas black-out não se limitam àquele plástico duro e opaco, existem as mesmas opções de tecido que as cortinas convencionais porém na opção black-out.



E quanto as medidas? deve ir até o chão? A cortina Pode ultrapassar uns 10 cm abaixo da janela ou pode ir até o piso. As persianas quando utilizadas até o chão dão um ar mais charmoso e robusto para o ambiente. Na parte superior elas podem ser colocadas bem próximas ao teto ou você pode medir de onde termina janela até o teto e colocar no meio dessa medida.


Cortinas na cozinha e banheiro em razão da umidade é indicada a utilização de telas solares, pois é um material sintético utilizado para filtrar a luz, que é mais fácil de dar manutenção.


Uma dica muito boa para você que mora em algum imóvel alugado é fazer uma barra na sua cortina. Você compra o tecido para a cortina um pouco maior do que o necessário e faz uma dobra na parte de baixo, adaptando à altura necessária. Fazendo isso, ao se mudar, você poderá continuar usando a sua cortina ainda que a altura do ambiente seja diferente.


Bom pessoal espero que tenha ajudado com a dica da semana, caso ficarem com alguma duvida é só me chamar, será um prazer trocar ideias com vocês, um abraço e uma ótima semana a todos.


Aline Corrêa


Contatos:


https://mywhats.net/arqalinecorrea

https://www.facebook.com/arq.alinecorrea/

https://www.instagram.com/arq.alinecorrea/

Banner para site-1.png