• Da Redação

Aline da Rosa | Lareira - Um objeto de desejo

A previsão do tempo para os meses de Junho, Julho e Agosto, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) aponta que teremos um inverno bastante rigoroso graças à chegada de massas de ar frio sobre o nosso estado. E quando o frio chega, ele vem acompanhado daquela vontade maior de ficar em casa, em um ambiente acolhedor e quentinho; onde possamos desfrutar de algumas horas em momentos agradáveis junto de familiares, amigos ou somente na companhia de um bom vinho.



E, acho que você concorda comigo, ter uma lareira em casa e poder usufruir desse conforto é o desejo de muitos de nós. Sendo assim, trago como meu primeiro assunto as lareiras, quero apresentar a vocês as vantagens, os modelos que temos à disposição, sua viabilidade em relação ao ambiente e facilidade de instalação.


Lareira Ecológica - a Álcool -


BENEFÍCIOS DE TER UMA LAREIRA


Eficiência Energética: No caso de você optar por um modelo a lenha, ecológica ou a gás, estará dispensando o uso de aparelhos elétricos, tais como aquecedores ou ar condicionado, evitando assim, um aumento considerável na sua conta de luz.

Decoração: Além do calor tão agradável que ela emite, ter uma lareira agrega valor ao ambiente, trazendo estilo e beleza.


TIPOS DE LAREIRAS


Alvenaria: É o modelo mais tradicional, utiliza lenha como combustível e é a opção que permite os mais variados tamanhos e estilos de acabamento;

Chapa de Aço: Também bastante conhecido, podem ser adquiridos prontos ou feitos sob medida por serralheiros. Geralmente são mais compactas, sendo os modelos de canto os mais utilizados. Porém não são indicadas para regiões com maresia.


Lareira em Chapa de Aço


Lareira a gás: São modelos que utilizam gás natural ou gás GLP como combustível. Não necessita de chaminé para os modelos pequenos, porém requer que o ambiente seja bem ventilado. Um ponto negativo é o consumo de combustível, cerca de 400g de gás por hora, ou seja, um botijão de 13kg permite seu funcionamento por cerca de 32 horas. Custo benefício é um ponto a se considerar nesse momento.


Lareira a Gás


Lareira elétrica: São as que estão mais recentemente no mercado, porém já possuem uma variedade grande de modelos (inclusive portáteis) e consequentemente de preços. Seu funcionamento (e seu consumo de energia) é similar ao de um aquecedor elétrico com o diferencial que possui uma tela que emite uma imagem 3D de lenha e fogo. Dispensa o uso de chaminé, necessitando apenas de um ponto de energia. Um ponto negativo que vale destacar, é que ela reduz a quantidade de umidade no ambiente.


Lareira Elétrica


Lareira a Álcool ou Lareira Ecológica: Possuem diversos modelos disponíveis no mercado, incluindo versões portáteis. Quanto ao consumo, 1 litro de álcool etílico dura cerca de 2 a 4 horas de queima. Dispensam o uso de chaminés.

Enfim, opções não faltam na hora de escolher qual tipo de lareira teremos em nossa casa, porém, independente do modelo você optar, listei abaixo alguns pontos que devem ser considerados:

  • O local para instalar a lareira deverá ser um ambiente bem arejado, com ventilação natural;

  • O tamanho da lareira deve estar corretamente dimensionado em relação ao cômodo em que ela vai ficar;

  • No caso de modelos prontos, é importante estar atento aos mecanismos de segurança oferecidos pelo fornecedor e o prazo de garantia;

  • Na hora de escolher a lareira você precisa levar em conta o custo e o rendimento do tipo de combustível utilizado;

Enfim, opções não faltam na hora de escolher qual tipo de lareira teremos em nossa casa, e você, qual lareira gostou mais?


Para o tema da próxima coluna estou em dúvida entre falar sobre REGULARIZAÇÃO DE IMÓVEIS ou HOME OFFICE x AMBIENTES INTEGRADOS, qual você prefere? Deixa sua resposta nos comentários.


Ótima semana a todos!


Aline da Rosa

anúncie aqui!.png