• Lenon Quoos

Ano letivo da rede municipal começa na segunda e passaporte vacinal não será exigido

A Secretaria Municipal de Educação (Smed) reuniu os gestores das escolas municipais de Cachoeira do Sul na última terça, 15, para o primeiro encontro do ano letivo de 2022. Dezenas de diretores e vice-diretores participaram do encontro, que aconteceu no auditório da Afubra. Como mensagem de entrada, a psicóloga Jonice Silveira, falou sobre a importância dos tesouros da vida de cada pessoa. Logo em seguida, cada gestor foi convidado a ir até o fundo do auditório e pegar uma mensagem com seu nome. Neste momento, a emoção tomou conta dos educadores, onde cada mensagem trazia a foto de pessoas importantes da sua família, os seus tesouros.


“Estamos iniciando mais um ano letivo, um ano desafiador para todos nós. E precisamos lembrar todos os dias que cada um tem os seus tesouros e é o tesouro de alguém, assim como nossos alunos”, frisou Jonice. Esse foi o primeiro encontro presencial de 2022 e a proposta da Smed é fazer os demais deste ano desta forma. A Vice-Prefeita e Secretária Municipal de Educação, Angela Schumacher Schuh, enfatizou que é preciso começar o ano letivo com as esperanças renovadas de que se consiga um 2022 mais próximo o possível do normal. “Teremos um ano de muito trabalho, mas esperamos que as coisas voltem a ter uma certa estabilidade. Queremos agradecer ao empenho de todas as equipes diretivas e inclusive aos novos gestores, que aceitaram estes desafios. Nossas crianças valem qualquer sacrifício”, justificou Angela.


Passaporte vacinal não será exigido

No encontro, foi informado aos gestores que a Secretaria Municipal de Educação não exigirá o chamado passaporte vacinal, que é a comprovação de que o estudante está vacinado. No entanto, a secretária Angela solicitou que as escolas façam um trabalho forte de conscientização sobre a importância da imunização das crianças. “A escola precisa se tornar a cada dia um local mais confiável e seguro. Mesmo com todos os cuidados que existem, a vacina tem se mostrado uma ferramenta importante no controle da pandemia”, frisou Angela.


Monitores tiveram formação com equipe do TEAcolhe

Os monitores e profissionais de apoio da rede municipal de ensino também tiveram formação, com encontro nesta quarta-feira, com os técnicos do TEAcolhe. Pela manhã o encontro foi com a psicóloga Taramis Sartório, que abordou as características do autismo, incidência e como se portar diante das crises de um autista e o psiquiatra Henrique Nascimento Neto, que falou sobre os medicamentos e efeitos nas crianças.


À tarde a conversa foi com a fisioterapeuta Gabriele Klusener, que tratou sobre o desenvolvimento motor dos autistas, a assistente social Renata Lemes Allram, falando sobre os benefícios conquistados com a legislação e a psicopedagoga Daniela Von Rohr, que abordou o papel dos monitores nos diferentes ambientes da escola como sala de aula, banheiro e passeios e a importância das equipes multidisciplinares.

Ano letivo de 2022 na rede municipal

- Início das atividades em 21 de fevereiro (próxima segunda-feira)

- Recesso escolar: de 27 a 31 de julho

- Término do ano letivo: 23 de dezembro




Fotos e texto: Patricia Miranda

Banner para site-1.png