• Da Redação

Após incêndio Beira-Rio demite 700 funcionários em Mato Leitão


Apenas 150 foram realocados. Empresa afirma que não tem como manter trabalhadores sem a planta industrial | Foto: Divulgação


O Sindicato dos Trabalhadores do Calçado e do Vestuário de Mato Leitão e Venâncio Aires informou nesta quarta-feira, 18/03, que 700 trabalhadores foram demitidas. Apenas 20 ficam em Mato Leitão e 130 serão realocados em Santa Clara do Sul e Roca Sales.


Saiba mais


Os demitidos receberam um documento em que a empresa garante que vai recontratá-los de volta assim que a planta, destruída em incêndio nesta semana, for reconstruída. As obras devem levar de oito meses a um ano.

Tchê Peq..png