• Da Redação

Após nove dias, idoso é encontrado morto no interior de Caxias do Sul


Após nove dias de buscas, o agricultor aposentado João Dalpiaz, 79 anos, foi encontrado morto no interior de Caxias do Sul no final da manhã deste sábado, 02. O corpo dele foi localizado por um vizinho, cerca de 1 mil metros da propriedade em que morava em Nossa Senhora das Graças, na 8ª Légua.


Dalpiaz desapareceu na véspera de Natal quando capinava próximo a um parreiral da família. O idoso sofria de Alzheimer. A família encontrou a foice fincada na terra e os chinelos abandonados. As buscas mobilizaram a comunidade local por nove dias e contaram com cães farejadores e mergulhadores dos bombeiros em açudes da região.


— Meu pai era uma pessoa forte. Tinha essa questão da saúde mental (sofria de Alzheimer desde os 48 anos), mas ainda possuía bons momentos de lucidez. Foi um excelente pai, muito afetivo e muito carinhoso. Infelizmente, chegou a hora dele partir — lamenta Joselaine Maria Dalpiaz, 40, a filha caçula da família.


A causa da morte será esclarecida pela necropsia. Dalpiaz deixa a esposa Lourdes Gema Boff Dalpiaz, com quem era casado há 54 anos, quatro filhos e quatro netos.


— Meu pai sempre foi agricultor, gostava muito de viver no interior e do cultivo das parreiras. Tinha um cuidado com a terra e para evitar a proliferação do matagal em volta casa. Era uma pessoa calma, sem atritos e, mesmo com pouca escolaridade, gostava muito de ler — lembra a filha Joselaine.


Foto: Divulgação


Participaram dos nove dias de buscas bombeiros de Caxias do Sul e Porto Alegre, a Guarda Municipal, o canil da Brigada Militar, a equipe especializada Faro K9, drones, familiares, vizinhos e amigos.


Fonte: GZH

Banner para site-1.png