top of page
  • Lenon Quoos

Após reclamação de vereadores, Prefeito volta atrás e diz que cumprirá emendas impositivas de 2021

O prefeito José Otávio deu um passo atrás após vereadores usarem a tribuna para dizer que levariam o documento do Prefeito ao MP, pois segundo eles, caracterizava improbidade administrativa por não cumprir as emendas de 2021, medida obrigatória por lei.


Na manhã desta quinta-feira, 3, o prefeito recebeu os vereadores cachoeirenses na manhã desta quinta-feira, 3, para tratar de diversos assuntos. Entre eles, o prefeito e o Procurador-Geral, Kader Saleh, afirmaram que a Ordem de Serviço 03/2023 sobre a preferência no cumprimento das obras objeto de emendas impositivas de vereadores de Cachoeira do Sul será revogada e receberá nova redação.

No novo documento constará que devem ser cumpridas prioritariamente as obras objetos de Emendas Impositivas de Vereadores indicadas no ano de 2022 e também as do ano de 2021. O prefeito e vereadores ainda conversaram sobre a alteração do limite das emendas impositivas que passou de 1,2% para 2% do orçamento executado no ano anterior.


No encontro, José Otávio ainda relatou a visita do diretor de Relações Institucionais da Aegea, Fabiano Dallazen, empresa que adquiriu a Corsan. Todos os vereadores foram convidados, mas estiveram presentes: Daniela Santos, Augusto César, Barão Garcia, Marcelo Figueiró, Telda Assis e Nelson Azevedo Júnior, além de Lucas Drews, assessor do vereador Alex da Farmácia.


PRESIDENTE DO LEGISLATIVO DIZ NÃO TER SIDO CONVIDADO

No entanto, nem todos os vereadores foram convidados. Os vereadores Luís Paixão (PP) e o presidente da Casa Legislativa, Magaiver Dias, se manifestaram dizendo não terem sido convidados pelo prefeito. Segundo informações, apenas vereadores mais próximos teriam sido convidados.


Texto e foto: Patricia Miranda.

Imagem: Ascom Prefeitura.


Commenti


bottom of page