• Da Redação

Após se assumir gay, Eduardo Leite recebe apoio de políticos e famosos nas redes sociais

O governador Eduardo Leite (PSDB) agradeceu na noite desta quinta-feira, 1º de julho, às manifestações de apoio que recebeu após falar sobre a sua orientação sexual. No Twitter, ele agradeceu as mensagens de apoio e carinho e disse: "o amor vai vencer o ódio". O governador do Rio Grande do Sul e de 36 anos, revelou ser homossexual em uma entrevista ao jornalista Pedro Bial, da TV Globo. É a primeira vez que um governador no exercício do mandato se assume gay.

A revelação ocorreu durante o programa "Conversa com Bial", que foi ao ar na madrugada de sexta-feira, 2. "Sou um governador gay, e não um gay governador, tanto quanto Obama nos Estados Unidos não foi um negro presidente, foi um presidente negro. E tenho orgulho disso", declarou o político pré-candidato do PSDB à Presidência da República.


O governador foi alvo de ataques homofóbicos nas campanhas eleitorais das quais participou desde a eleição para prefeito de Pelotas, em 2012. À colunista Rosane de Oliveira, contou por que decidiu tornar público o que antes dizia que era um "não assunto": — Não tenho nada a esconder. Apenas achava que minha orientação sexual era uma questão privada, mas com a exposição nacional, a partir do momento em que assumi a pré-candidatura a presidente, entendi que era importante falar, até para calar as pessoas que fazem insinuações maldosas e piadas desrespeitosas. Vergonha eu teria se tivesse que explicar corrupção, mensalão ou qualquer crime.


Políticos, jornalistas e pessoas de destaque comentam no Twitter mensagens de apoio à Leite. "As inúmeras mensagens de carinho e apoio que estou recebendo me deixam absolutamente seguro: o amor vai vencer o ódio! Muito muito muito obrigado a todos!", publicação do governador em resposta ao suporte.


O apresentador Luciano Huck, o humorista Rafinha Bastos, o ator Hugo Bonemer elogiaram a declaração. O apresentador afirmou que a atitude do político servirá como um "divisor de águas" na história do Brasil. Na sequência, ele também compartilhou um vídeo destacando que a declaração foi uma "vitória enorme" para a sociedade brasileira.





Banner para site-1.png