top of page
  • Foto do escritorDa Redação

Apae de Cachoeira e demais do Estado assinam parceria com o Governo

O Estado assinou, na tarde desta segunda-feira, 20 de novembo, os Termos de Parceria do governo estadual com os presidentes de 145 Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais do Rio Grande do Sul (Apaes).Um investimento global de R$ 18,9 milhões, oriundos de Emenda Parlamentar da Bancada Federal Gaúcha, foi repassado para a Estruturação da Rede de Serviços do Sistema Único de Assistência Social (Suas), no Estado do Rio Grande do Sul, tendo como instrumento a Secretaria de Assistência Social (SAS). A Apae de Cachoeira do Sul esteve no evento e, inclusive o seu grupo de Percussão Batukaí fez uma bela apresentação para desfruto dos presentes.


A destinação foi de 19 deputados federais e um senador, totalizando 250 indicações. As Apaes beneficiadas terão a meta de 266 mil atendimentos no período de 24 meses. A solenidade contou com a presença do vice-governador, Gabriel Souza, que destacou a importância do trabalho das Apaes na assistência social do Rio Grande do Sul em parceria com o governo do Estado. “Mais da metade dos centros do TEAcolhe – programa estadual destinado a garantir e a promover o atendimento às necessidades específicas das pessoas com autismo – é gerida pelas Apaes. Mais um exemplo da importância dessas entidades, que tanto se dedicam a apoiar a nossa população”, disse Gabriel.


Ele também deixou uma mensagem de solidariedade às vítimas das enchentes no Estado, após mais um episódio climático que atingiu várias cidades. “Toda nossa energia positiva e apoio para a reconstrução dos municípios afetados – alguns pela segunda vez em poucos meses”, ressaltou.


O titular da SAS, Beto Fantinel, destacou o significado do auxílio para as instituições. “É a primeira vez que a emenda de bancada é destinada à política de Assistência Social no Rio Grande do Sul. O impacto é imenso no atendimento a pessoas com deficiência e suas famílias, direta ou indiretamente assistidas nas Apaes do Estado. Nós, que temos 206 Apaes no Rio Grande do Sul, sabemos o quão importante é estarmos próximos, colaborando para que possamos avançar”, afirmou o secretário.


Representando os 19 deputados, a líder da bancada federal gaúcha, deputada Any Ortiz, disse que a frente parlamentar sempre olha com muita atenção para as Apaes do Rio Grande do Sul e que o recurso impactará positivamente na qualidade e no número de atendimentos dessas instituições.


Nos seus planos de trabalho, as entidades optaram, em primeiro lugar, pela utilização dos recursos para contratação de profissionais, tais como assistentes sociais, psicólogos, terapeutas ocupacionais, educadores e orientadores sociais. Os recursos também serão usados na aquisição de insumos para atividades de jogos e materiais lúdicos, além de gêneros alimentícios.


A presidente da Federação das Apaes do Rio Grande do Sul, Aracy Maria Ledo, assinou e falou em nome de todas as instituições beneficiadas, enfatizando a importância do momento. “Resumo em duas palavras nosso sentimento: gratidão e reconhecimento. Vocês não imaginam o peso que tem o reconhecimento dos poderes públicos, em especial do governo do Estado, pelo trabalho realizado pelas Apaes. Gratidão por tudo que vamos poder fazer com este recurso”, concluiu.


A Apae 

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais foi criada em 1954, no Rio de Janeiro. Caracteriza-se por ser uma organização social, cujo objetivo principal é promover a atenção integral à pessoa com deficiência, prioritariamente aquela com deficiência intelectual e múltipla.


 A Rede Apae destaca-se por seu pioneirismo, estando presente, atualmente, em mais de 2.200 municípios em todo o território nacional. A rede tem como objetivo promover e articular ações de defesa de direitos das pessoas com deficiência e representar o movimento perante os organismos nacionais e internacionais para a melhoria da qualidade dos serviços prestados pelas Apaes, na perspectiva da inclusão social de seus usuários.

Imagem: Reprodução.


Comments


bottom of page