• Lenon Quoos

Apenas dois vereadores votam a favor do código de ética na Câmara

A Câmara de Vereadores de Cachoeira do Sul reprovou o Projeto de Resolução (PRE 05/2021), de autoria da Mesa Diretora, que previa instituir o Código de Ética Parlamentar na Casa Legislativa, por 12 votos contrários, uma abstenção e dois votos favoráveis.


O projeto visava regrar a ética parlamentar dentro da Casa e apenas os vereadores Luis Paixão (PP) e Magaiver Dias (PSDB) foram favoráveis a aprovação do PRE 05/21. O vereador Nelson Azevedo (Republicanos) se absteve. Os demais parlamentares votaram contra.


O vereador Paixão lamentou que o projeto tenha sido rejeitado. "É uma pena que por dois ou três incisos o mesmo veio a ser reaprovado. Quero deixar claro que a idealização desse projeto nunca foi perseguição ao vereador Kader Saleh pelo fato de que a esposa do vereador possui cargo de confiança no executivo municipal, já que o projeto veda esse tipo de conduta", destacou.


Importante

O vereador Paixão vai reapresentar o projeto em 2022.


JUSTIFICATIVA

Este Código estabelece os princípios éticos e as regras básicas de decoro que devem orientar a conduta dos que estejam no exercício do cargo de Vereador. Este Projeto de Resolução tem como objetivo instituir o Código de Ética Parlamentar, norteando os princípios éticos e as regras básicas de decoro, bem como, o procedimento disciplinar e as penalidades aplicáveis no caso de descumprimento das normas relativas ao decoro parlamentar. Uma vez que manter o decoro, preservar a imagem e respeitar as decisões legítimas dos órgãos da Casa é uma obrigação do Vereador.

Foto: Divulgação

Banner para site-1.png