top of page
  • Lenon Quoos

Apesar da estiagem, colheita do arroz avança no RS

A colheita no Rio Grande do Sul continua avançando, apesar da falta de chuvas em algumas áreas. De acordo com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), nas regiões produtoras do estado, o volume de chuvas não foi suficiente para aumentar o nível dos reservatórios, mas ajudou a reduzir a salinização da água no Nordeste.

Nas áreas onde o manejo de irrigação foi possível, o desenvolvimento da cultura está muito bom, com insolação adequada e pouca umidade no ar. No entanto, nas áreas mais afetadas pela estiagem severa, há relatos de perdas irreversíveis nas lavouras.

Em Santa Catarina, cerca de 17% da área já foi colhida, com a região do Litoral Norte apresentando maior avanço, atingindo 50%. Embora as altas temperaturas possam ocasionar o abortamento de flores nas áreas em floração, a maioria das lavouras se apresentam em boas condições, com 95% avaliadas como boas, 4% como médias e apenas 1% como ruins.


Em Goiás, a colheita continua, principalmente na região Norte. Enquanto isso, em Mato Grosso, a maioria das lavouras ainda está no estágio vegetativo, com algumas áreas já em floração e outras iniciando a colheita. No Maranhão, as lavouras do arroz de sequeiro encontram-se em boas condições, entre os estágios fenológicos de desenvolvimento vegetativo e enchimento de grãos.


Apesar dos desafios enfrentados por causa da estiagem em algumas áreas, a perspectiva para a safra é positiva em todo o país. A Conab estima uma produção recorde de grãos para este ano, com um aumento de 3,1% em relação à safra anterior.

Os dados de colheita de arroz entre as safras de 2022 e 2023 foram divulgados e mostram um avanço significativo em seis estados brasileiros. Segundo informações da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), os números foram coletados até o dia 4 de março.

No Tocantins, houve uma pequena variação de 15% para 20% na colheita do grão em relação à última semana. Já no Maranhão, a colheita subiu de 0% para 3%, enquanto em Mato Grosso a colheita ainda está em estágio inicial, com apenas 0,5% do total colhido.


Em Goiás, o ritmo de colheita aumentou de 8% para 14%, enquanto em Santa Catarina, o avanço foi de 15% para 17%. No Rio Grande do Sul, a colheita subiu de 2% para 5%. No total dos seis estados, a colheita de arroz já atingiu 7% da área plantada. Na safra anterior, nessa mesma época, o índice era de 4,4%.

Apesar do aumento na colheita, os produtores ainda enfrentam desafios climáticos, como a estiagem em algumas regiões, que pode comprometer a produtividade das lavouras. A Conab continua acompanhando o desenvolvimento da safra de arroz e atualizando as informações para auxiliar os produtores e o mercado agrícola em geral.

Imagem: Arquivo.

Comments


bottom of page