• Da Redação

Aposentados e pensionistas já podem fazer a prova de vida

Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional de Seguro Social, que têm biometria cadastrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ou no Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), já podem fazer a prova de vida digital não perder os benefícios.


O serviço está disponível no aplicativo SouGov.br, recém-lançado pelo Ministério da Economia. O usuário pode checar o prazo para realizar o procedimento obrigatório anual.


O beneficiário deve acessar o menu do aplicativo SouGov.br e escolher a opção “Prova de vida”, para conferir sua situação. Mesmo quem ultrapassou o prazo de três meses para fazer o procedimento pode seguir as instruções.

A ferramenta direciona o usuário para o aplicativo Meu gov.br, onde deve ser feita a validação facial com foto tirada na hora (selfie).



Prova de vida digital


O procedimento de prova de vida digital utiliza a tecnologia de reconhecimento facial para identificar o beneficiário. Veja abaixo o passo a passo:

  • Faça o download do aplicativo Meu INSS e, em seguida, o login;

  • Uma mensagem avisando que chegou a hora de realizar a prova de vida deve aparecer, com um botão nomeado “Instale o Meu gov.br”;

  • Clique em “Autorizações”, selecione a pendência e clique em “Autorizar”;

  • Para tirar a foto, o aplicativo pedirá para utilizar a câmera do celular para tirar fotos e fazer vídeos. Escolha “Permitir”;

  • O sistema também solicitará uma informação do documento que está no cadastro do governo, como a data de emissão da CNH digital. Informe;

  • Em seguida, posicione o rosto no centro do círculo na tela do celular. O sistema solicitará que o usuário faça alguns movimentos;

  • Uma barra azul indicará quantos segundos faltam para a conclusão dos movimentos e, em seguida, a prova de vida será concluída.


Regras da prova de vida digital


A prova de vida digital não é destinada a todos os públicos. Dessa forma, só é possível realizar o procedimento quem tem biometria cadastrada no sistema do governo, como por exemplo, quem tem a CNH digital.


Ainda assim, mais de 5 milhões de beneficiários do INSS estão aptos a realizar a prova de vida por meio do reconhecimento facial através do aplicativo Meu INSS.

Prova de vida em domicílio


O INSS permite ainda que alguns beneficiários realizem a prova de vida em domicílio, sendo realizado por meio da visita de um funcionário do órgão à casa do segurado.


Esse direito é garantido a maiores de 80 anos e a pessoas a partir de 60 anos que possuam dificuldade de locomoção. É preciso comprovar essa condição de saúde por documento médico.


O atendimento deve ser agendado pelo site Meu INSS ou pelo telefone 135.

Tchê Peq..png