• Da Redação

Assembleia Legislativa realizará audiência pública para discutir a invasão de palometas no Jacuí

O grave problema da invasão de palometas no Rio Jacuí voltará ser discutido na Assembleia Legislativa. A Comissão de Agricultura aprovou a realização de uma nova audiência pública sobre o assunto. Exóticos à bacia do Jacuí, os peixes carnívoros se desenvolveram em grande escala ao longo do rio. Seus cardumes causam prejuízos à atividade pesqueira e turística.


A data da nova audiência ainda será definida com entidades e secretarias envolvidas. Conforme o presidente da comissão, deputado Adolfo Brito (PP), a decisão por realizar um segundo encontro – o primeiro foi no fim de abril – deu-se porque à época “não se tinha noção ainda da extensão do problema e nem do tempo necessário para reverter o quadro”.


Segundo Brito, em vários municípios situados à margem do Rio Jacuí, dezenas de pescadores perderam a atividade com que sustentavam suas famílias. “Precisamos encontrar um caminho para ajudar esses pescadores, quem sabe através do Ministério da Agricultura ou com recursos especiais do governo do Estado.”


O deputado Beto Fantinel (MDB) afirmou que é preciso uma ação rápida do Estado no sentido do reequilíbrio da fauna do rio e na assistência aos pescadores do interior. Já Zé Nunes (PT) alertou que a situação ameaça também outras regiões. “Precisamos estudar fórmulas preventivas para que as palometas não avancem para outras bacias”, indicou.


Tchê Peq..png