• Da Redação

Associação Pelo Amigo está com R$ 12 mil em dívidas e implora ajuda da comunidade

A coordenadora da Associação de Apoio Animal Pelo Amigo, uma ONG cachoeirense que existe há seis anos em Cachoeira do Sul, Adriana Palladino, fez uma publicação em seu perfil particular no Facebook onde relata que a Associação está endividada em pelo menos R$ 12 mil em razão da assistência que são prestadas aos animais que são resgatados e atendidos pelo ONG. Na publicação, Adriana explica: "As contas da Pelo Amigo somam 12 mil reais, isso que temos ainda internada a cadelinha do supermaxx e estamos a procura da Alcione, uma cadelinha lotada de tumores. A conta da Waldívia Toledo da Associação de Proteção S.O.S Animais passa de 17 mil reais, sim, você não leu errado, 17 mil!!! Juntando nós duas chegamos a quase 30 mil!!!", desabafou.


Adriana seguiu enfatizando "Como prosseguir? Como fazer com que as pessoas entendam que a responsabilidade dos animais abandonados e principalmente os que tem donos não é nossa! Que resgatamos os que conseguimos pagar e acolher e pelo que se pode observar pelo valor expressivo, não estamos dando conta!!! Nós recebemos trimestralmente recurso da nota fiscal gaúcha que ajuda muito mas faz tempo que não é o suficiente, imploramos para as pessoas nos indicarem e mesmo assim é difícil", lamenta.

Até o momento a ONG já castrou 170 animais, mesmo com todas as dificuldades. "Acreditamos que a castração é a solução para a diminuição do abandono. Então, o que devemos fazer? A quem recorrer? O que mais precisamos fazer para que as pessoas entendam que quando recusamos um atendimento é porque já estamos desesperados, endividados e cansados. Já pedimos apoio a empresas que façam uma pequena doação mensal, sem êxito, pedimos ajuda com ração para os lares temporários para com isso diminuir o valor dos gastos, pouquíssimos ajudam, fazemos sorteios, almoços e tudo mais que podemos e mesmo assim estamos sempre endividados. Fazemos o que? Desistimos? Choramos? E o pior de tudo são os comentários negativos que fazem a nosso respeito", frisou Adriana.


"É difícil minha gente, muito difícil, muita responsabilidade, muito sofrimento e uma preocupação diária de como resolver essa equação que não fecha. Uma amada amiga, num momento de desespero e desânimo uma vez me disse: " Desiste Adri, essa é uma batalha inglória. Eu não desisti. Não desisto pq essa é minha missão de vida, é a razão da minha existência, vontade já tive, muitas vezes, muitos desistiram nesses mais de 6 anos da existência da Pelo Amigo, mas eu sou uma idealista e uma otimista por natureza, me desespero mas não desisto", declarou em sua publicação.


A Pelo Amigo atende atualmente mais de 50 animais e está fazendo de tudo para quitar as despesas dos animais que são atendidas na Veterinária A Toca.




Banner para site-1.png