• Lenon Quoos

AULAS CANCELADAS E COMÉRCIO FECHADO! Zé toma medidas mais restritivas a partir desta terça

Em razão do avanço da pandemia com a alta de novos casos de coronavírus, número de internações e cada vez mais óbitos ocorrendo por complicações do vírus, a Prefeitura Municipal de Cachoeira do Sul decidiu impor medidas mais restritivas ainda a partir desta terça-feira, 25 de maio, no município. Um novo decreto com as mudanças deverá ser finalizado ainda nesta segunda e divulgado amanhã.


Conforme informações preliminares e já repassadas em reunião do prefeito José Otávio Germano com a Secretaria da Saúde e HCB ocorrida às 14h de hoje, as aulas serão suspensas em todas as redes de ensino e o comércio não essencial poderá funcionar somente por tele-entrega até às 20h. Demais serviços poderão funcionar atendendo somente um cliente por vez, não importando o tamanho do estabelecimento.


Já o setor de alimentação poderá funcionar somente no formato de tele-entrega, inclusive ao meio-dia, até às 23h. Além disso, missas e cultos em igrejas poderão funcionar somente com 5% da capacidade total. Somente farmácias e supermercados continuarão atendendo normalmente, respeitando todas as normas de distanciamento e segurança.


PIOR ÍNDICE DO ESTADO


Conforme o prefeito, estas medidas estão sendo tomadas porque Cachoeira está inserida na região que é considerada a pior do estado referente ao contágio do coronavírus e ocupação hospitalar no momento. A cidade está com taxa de contaminação altíssima, de 483,7 por 100 mil habitantes nos últimos sete dias, enquanto que no estado é de 2,62. "Não há prazo para o fim do decreto, pois quero dividir com toda a comunidade essa conscientização e comprometimento. Não devemos ter constrangimento em seguir essas medidas, pois estamos visando cuidar da saúde da população. A fiscalização será rígida e não flexível nesse momento", afirmou.

Foto: Fatos 24h



Tchê Peq..png