top of page
  • Foto do escritorDa Redação

Bairro Oliveira recebe mutirão da dengue nesta quinta-feira

A Prefeitura Municipal, sob a coordenação do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS), desenvolve nesta quinta-feira, 29 de fevereiro, mais uma ação da campanha preventiva à dengue, desta vez no Bairro Oliveira. Esta será a primeira etapa do mutirão no bairro, que por sua extensão, demandará uma nova frente de trabalho já agendada para o próximo dia sete de março. As vistorias ocorrem sempre pela manhã, das 8h às 12h.


A previsão do setor de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal da Saúde é de que em torno de 20 agentes de combate às endemias e agentes comunitários de saúde sejam mobilizados nas tarefas de vistoria às residências e estabelecimentos comerciais e na transmissão de orientações aos ocupantes destes imóveis.


Nos mesmos moldes dos demais mutirões já realizados pela Saúde, o último deles no Bairro Promorar semana passada, os servidores municipais vão ingressar nos domicílios à procura de focos do mosquito e esclarecer os contribuintes acerca de providências a serem adotadas em seus espaços para evitar a contaminação pelo vírus.


Nos locais onde ficar evidente a necessidade de limpeza e descarte de materiais acumulados, os moradores serão orientados a colocarem os entulhos em frente às propriedades para recolhimento por parte do caminhão da Secretaria Municipal do Meio Ambiente.


EVOLUÇÃO DOS NÚMEROS

Além da Secretaria Municipal da Saúde, através do DVS, estão apoiando a frente de combate à dengue na cidade as secretarias de Obras, Meio Ambiente e a Defesa Civil. A proposta do governo municipal é mobilizar recursos humanos e materiais das demais pastas a fim de envolver a população nos cuidados de prevenção à doença.


Segundo a base de dados da Secretaria Estadual da Saúde, nesta terça-feira (27/02) cresceu para 61 o número de notificações para dengue em Cachoeira do Sul, das quais 13 casos tiveram diagnóstico confirmado e 33 permanecem sob investigação, com 15 laudos descartados para a doença. Conforme o último comunicado oficial do DVS, emitido no dia 20 pela SMS, já são quatro internações hospitalares motivadas por dengue desde o início deste ano no município.


PROCURE ATENDIMENTO

O comunicado do DVS orienta com prioridade que pessoas apresentando sintomas devem procurar o mais breve possível um serviço de saúde em busca de diagnóstico e tratamento médico adequado. Os indícios de alarme são febre alta, dor de cabeça, dor no corpo, cansaço, dor no fundo dos olhos, manchas na pele e coceira. 


No que tange à prevenção, a principal providência é combater o vetor, eliminando focos de mosquito todas as semanas, pois o ciclo de ovo do mosquito é de sete dias. Cuidados como uso de repelentes e inseticidas para ambientes com registro na Anvisa, mosquiteiros, telas nas janelas e fechar a casa cedo são importantes. Adotar a limpeza das áreas externas de residências e estabelecimentos comerciais, eliminando focos de água parada seja em objetos ou plantas, são as principais medidas de combate à circulação do Aedes aegypti.


Imagem: Arquivo.

 


Yorumlar


bottom of page