• Da Redação

Balsa Deusa do Jacuí segue parada e sem previsão de funcionamento

O baixo nível e os bancos de areia no Rio Jacuí estão impedindo que a Balsa Deusa do Jacuí entre em operação visando normalizar o tráfego de caminhões, ônibus, vans e máquinas agrícolas que não podem passar na Ponte do Fandango.


Mesmo com licença ambiental emitida pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente ainda na sexta-feira, a dragagem feita inicialmente pela Areeira Esperança não foi suficiente.


No sábado, 13, uma escavadeira hidráulica da empresa Tonini executou serviços de cima da balsa para retirar areia do Jacuí. Durante a tarde, novamente a a draga foi utilizada para continuar a operação. O objetivo das ações é possibilitar que rebocador e balsa carregada possam encostar junto da Praia Nova sem encalhar.


Conforme o secretário municipal de obras, Luciano Lara, em declaração ao Fatos 24h nesta terça-feira, 16, a balsa seguirá parada devido ao baixo nível do rio e ainda não se tem previsão quanto ao início de seu funcionamento. Segundo ele, o proprietário da Areeira está providenciando pelo menos mais 30 cargas de rachões para afastar a balsa da margem e assim poder fazer a travessia. "Assim que for feito esse serviço, a balsa começará a funcionar", destacou Lara.

Foto: Divulgação

Banner para site-1.png