• Da Redação

Banco Central apresenta nova nota de R$ 200

O BC (Banco Central) apresentou nesta quarta-feira, 02, a nova nota de R$ 200, que leva a imagem do lobo-guará. As cores predominantes da cédula são cinza e sépia e o formato é igual ao da cédula de R$ 20 (14,2cm x 6,5cm).


De acordo com o BC, a nota começou a ser produzida em agosto deste ano e, até o final de 2020, 450 milhões de unidades devem entrar em circulação no mercado brasileiro, com o custo de R$ 113,4 milhões aos cofres públicos e injeção de R$ 90 bilhões na economia.


O presidente do BC, Roberto Campos Neto, afirmou que "a nova cédula passa a ter valor legal a partir de hoje e vai entrar em circulação a medida que houver demanda". A partir de agora, começará uma campanha de divulgação sobre a nova cédula, que custará R$ 20 milhões e será veiculada até dia 28 de setembro.


Foto: BC


O BC afirma que, entre os motivos para a maior demanda por cédulas e moedas, está o fato das pessoas guardarem mais dinheiro em casa e que, com a redução da atividade econômica, "mesmo os valores pagos em espécie aos beneficiários dos auxílios governamentais não retornaram com a velocidade esperada, porque há uma diminuição do volume de compras no comércio em geral".


Não há, de acordo com o banco, o risco de haver um estímulo à inflação por causa do lançamento.


Além disso, em momentos de crise, pode haver saques para formação de reservas. A nota foi criada com o objetivo de atender o aumento da demanda por dinheiro em espécie durante a pandemia de covid-19.


Foto: BC


De acordo com a instituição, todas as capitais nas quais o BC tem representação já contam com a cédula de R$ 200.


Segurança 


As cédulas vão conter os elementos de segurança para evitar falsificações, que estão explicados em um site criado pelo Banco Central. Alguns deles são marca d'água, número escondido e fio de segurança. 

Tchê Peq..png