• Da Redação

Bancos poderão retomar financiamentos do Plano Safra 21/22

O Ministério da Economia autorizou as instituições financeiras que operam com recursos do Plano Safra a retomarem parcialmente as contratações de financiamentos rurais subvencionadas no âmbito do ciclo 2021/2022.

A retomada das contratações será para as linhas de financiamento do Pronaf (Agricultura Familiar) incluindo investimentos, aquisição de matrizes e reprodutores, aquisição de tratores, colheitadeiras e outros veículos. Também foram liberadas outras linhas como ABC (agricultura de baixo carbono), Pronamp (médio produtor), Inovagro (inovações tecnológicas), Proirriga (irrigação) e Moderagro (modernização).


Continuam suspensas as contratações das linhas de financiamentos Moderfrota (frotas e tratores), PCA (para construção de armazéns) e Prodecoop (desenvolvimento cooperativo).

As contratações de financiamentos rurais com recursos equalizáveis estavam suspensas desde 7 de fevereiro. Nesta quinta-feira (9), o Ministério da Economia publicou em edição extra do Diário Oficial da União a Portaria 5.327, que abre crédito suplementar de R$ 1.087.605.763 para reforçar os pagamentos de equalização de taxas de juros do Plano Safra vigente, que encerra no dia 30 de junho deste ano.

O Ministério da Agricultura estima que cerca de R$ 15 bilhões em novas operações de crédito rural, com recursos equalizados, devam ser contratadas até o dia 30 de junho.

Linhas de financiamento que deverão ser retomadas:

  • ABC – Ambiental

  • ABC – demais

  • Aquisição de matrizes e reprodutores – Pronaf

  • Caminhonetes de carga e Motocicletas adaptadas à atividade rural – Pronaf

  • Comercialização FEE

  • Custeio Empresarial

  • Custeio Pronamp

  • Inovagro

  • Investimento Empresarial

  • Investimento Grupo B – Pronaf

  • Investimento Pronaf

  • Investimento Pronamp

  • Moderagro

  • Procap-Agro – Giro

  • Proirriga

  • Tratores e Colheitadeiras – Pronaf

Linhas de financiamentos que permanecem suspensas:

  • Moderfrota

  • PCA

  • PCA – Até 6.000 ton

  • Prodecoop


Fonte: Canal Rural

Banner para site-1.png