top of page
  • Lenon Quoos

Banda Gonçalvense fará apresentação de aniversário na José Bonifácio neste sábado

A Banda Gonçalvense, uma das mais tradicionais bandas marciais do Rio Grande do Sul, completa neste domingo, 13, 58 anos de existência. Trata-se da Banda Marcial Gonçalvense de Cachoeira do Sul, mantida por uma associação de ex-alunos do Colégio Marista Roque.


Para o registro da data, a Banda Gonçalvense fará uma apresentação em frente à Fonte das Águas Dançantes, na Praça José Bonifácio neste sábado a partir de 15 horas. A Banda Gonçalvense é reconhecida pela sua organização e por manter o projeto Banda para Todos, onde mantém uma Escola de Música, responsável pela formação de novos integrantes.


A banda foi fundada no Ginásio Roque Gonçalves, que mais tarde passou a se chamar Colégio Marista Roque. A fundação se deu com 123 integrantes, tendo como organizadores Paulo Salzano Vieira da Cunha, João Carlos Cíceri e Francisco Bifano e os irmãos Maristas Dealmo Lunkes e Rovílio Moro.


Em 2018 teve sua atuação social e comunitária escolhida pelo Projeto Criança Esperança, da Rede Globo, o que motivou ainda mais seus componentes. Além disso, tem sido contemplada com recursos municipais para sua manutenção devido ao reconhecimento pelo trabalho realizado com crianças, jovens e adultos.

Sua participação em eventos comunitários ocorre com frequência como um reconhecimento dos cachoeirenses pela sua trajetória.


A presença em festivais em outras cidades faz parte da rotina da banda, que já se apresentou no Uruguai e conquistou diversos prêmios.


BANDA GONÇALVENSE VAI AGRADECER O APOIO DA COMUNIDADE

A apresentação da Banda Marcial Gonçalvense, neste sábado, também tem um caráter especial: mostrar sua nova estrutura e agradecer à comunidade o apoio recebido. “A cidade nos acolhe, incentiva e, por isto, na data do nosso aniversário o nosso reconhecimento”, afirma o presidente Herton Ubiratan.


A Banda Marcial Gonçalvense evoluiu e há atenção especial para a musicalidade. “Nós temos algumas músicas que são sempre executadas, mas ao mesmo tempo buscamos novas canções”, observa o Mor, Jorgemar Pereira Gomes.

Atualmente, a banda possui 65 componentes e mais seis pessoas do grupo de apoio. Ela é constituída por estudantes em sua grande maioria como das escolas:

  • Dinah Néri Pereira (Escola Cívico Militar)

  • Colégio Marista Roque

  • Instituto João Neves

  • Balthazar de Bem

  • Angelina Salzano

  • Borges de Medeiros

  • Milton da Cruz

  • Getúlio Vargas

  • Vital Brasil

  • Antônio Vicente

  • Ainda universitários e também representantes do Hospital de Caridade e do Exército

PROJETO BANDA PARA TODOS

O Projeto Banda para Todos (Escola de Música) chama atenção pelo interesse das famílias. Trata-se de uma iniciativa desenvolvida no primeiro semestre, que tem por objetivo despertar o interesse e preparar novos componentes. “Quando alguém se apresenta ao projeto, verificamos as potencialidades de cada e o interesse por um determinado instrumento”, informa o Mor, Jorgemar Gomes.

BANDA GONÇALVENSE – ENSAIOS

A banda mantém um cronograma de ensaios. Eles acontecem sempre às terças-feiras, às 20h, às sextas-feiras, às 19h e, aos sábados, às 14h, no Ginásio do Colégio Marista Roque, localizado na Rua General Osório.

DIRETORIA DA BANDA GONÇALVENSE

Presidente: Herton Ubiratan Pereira

Vice: Marlon Augusto Carvalho

Diretor: Amaílde Lazzarine Labres

Mor: Jorgemar Pereira Gomes

Instrutor: José Reginato Barbosa de Freitas.

IMPORTANTE

A banda é mantida pela Associação dos Ex-componentes (Acobang). A entidade está em constante busca de apoio financeiro. Este ano foi contemplada com uma emenda impositiva no valor de R$ 30 mil do vereador Augusto Cesar (PP) e aguarda uma emenda parlamentar de R$ 50 mil do deputado Heitor Schuh.


BANDA GONÇALVENSE – 15º FESTIVAL ESTADUAL DE BANDAS

Uma das ações da Banda Marcial Gonçalvenses, que também ganhou destaque é o Festival Estadual de Bandas, realizado anualmente em Cachoeira do Sul. A edição deste ano será realizada no dia 15 de novembro no Ginásio da Fenarroz. O evento tem o apoio da Prefeitura e Fenarroz.


O festival no início de suas atividades era realizado na Rua Moron, na Praça José Bonifácio, depois passou para em frente do Chatodô e Catedral Nossa Senhora da Conceição, no Paço Municipal.


Em cada edição, o evento atrai bandas de diversas regiões do RS, que em suas apresentações em meio à coreografia, recebem o incentivo do público que sempre lota as dependências do Ginásio da Fenarroz.


Imagem: Arquivo.

Comments


bottom of page