• Da Redação

BM de Cachoeira do Sul prende condenado por matar ex-companheira em 2005


Na manhã desta terça-feira, 29 de setembro, a Brigada Militar de Cachoeira do Sul (35º BPM) prendeu um homem no bairro Gonçalves, foragido do sistema prisional.

Cleiton da Silva Souza, o Tito, de 36 anos, é condenado a sete anos e meio de prisão pelo assassinato de uma mulher. Ele foi capturado na Rua dos Loretos, no Bairro Gonçalves, por volta das 9h e recolhido ao Presídio Estadual do Município.


O crime citado aconteceu em maio de 2005. A denúncia do Ministério Público aponta que Tito feriu com golpe de faca a ex-companheira, a jovem Renata Moraes Freitas, com 17 anos de idade na época. Ela chegou a ser socorrida e encaminhada ao HCB, onde faleceu algum tempo depois. Tito alegou em depoimento à Justiça, que segurou as mãos de Renata para evitar de ser ferido por ela. Segundo ele, os dois teriam resvalado e neste momento ela teria sido ferida.


Entre 2017 e 2019, Tito foi levado duas vezes a júri popular no Fórum de Cachoeira do Sul. Agora, o indivíduo foi preso e apresentado na Delegacia de Pronto Atendimento, onde o fato foi registrado e, em seguida foi conduzido ao Presídio Estadual de Cachoeira do Sul.


Foto: Divulgação

Tchê Peq..png