• Da Redação

Braiam Fagundes | O Dia Mais Sagrado do Ano

Esta coluna é escrita em homenagem ao aniversário de João Vitor Fontela, com votos de muita saúde felicidades amor e axé, hoje e sempre.


Certamente todos os dias de nossa vida são especiais, cada instante com sua particularidade, porém vivemos em um mundo onde todas as coisas são cíclicas assim como nosso próprio corpo e a contagem de nosso tempo, dentro desta contagem cada ano vivido é uma conquista para nossa evolução cada aniversário significa um novo começo. O ciclo de cada corrente de vida completa uma volta a cada 365 dias do ano e as energias daquele mundo individual encerram um ciclo de suas experiências no dia anterior ao aniversário.


Nesta data do aniversário da encarnação do Espírito, o "Eu Superior" libera um novo impulso de Luz e de vida para o corpo físico . Desce também da espiritualidade maior um ímpeto adicional trazendo a esperança de que, no ano que se inicia, o indivíduo possa expressar mais plenamente o plano divino de sua vida.


É por isso que normalmente sentimos uma queda de energia e de vitalidade exatamente no período anterior ao aniversário, e o período que se sucede é geralmente o mais rico em desabrochar espiritual e bem estar interior.


Assim como a encarnação do Espírito abre uma nova oportunidade para o desabrochar da natureza espiritual do indivíduo, o início de um ciclo secundário, a cada aniversário, é um novo começo, e muito do que foi acumulado por esta corrente de vida, que ela traz consigo, é dissolvido nesta ocasião.  É um privilégio e também uma oportunidade para as hostes Ascensas que oferecem as dádivas das suas qualidades pessoais àquela corrente da vida, da mesma forma que seres não ascensos oferecem presentes no mundo material.


Cada pessoa que passa pelos portais de um novo aniversário recebe uma efusão energética de seus mentores como um grande presente. O hábito de nos presentearmos aqui embaixo nas oitavas inferiores não é mais do que um reflexo desta experiência interna.

Quando um indivíduo se espiritualiza, passa a sentir e perceber esta data do seu calendário anual como uma verdadeira transição entre o que foi ontem, o que é hoje e o que sera amanhã em relação a seu conhecimento e sua evolução.

Os aniversários têm origem pagã relacionada com a magia, as velas simbolizam a ligação com espiritual e proteção e com a religião, embora no caso do cristianismo este costume estivesse abolido até ao século IV, altura em que a Igreja começou a comemorar o nascimento de Jesus Cristo.


Na antiga Grécia , onde todos os anos se homenageava a Deusa da caça, Artemis, com um bolo e várias velas em cima de bolos de mel redondos para simbolizar a lua que, segundo a mitologia grega, era a forma da Deusa Artemis se expressar. Nessas sociedades primordiais as comemorações de aniversário eram reservadas às classes sociais de elite e aos deuses. Assim, tanto os egípcios como os gregos restringiam essas festividades apenas aos faraós e deuses. Já os romanos permitiam essas celebrações apenas ao imperador, à sua família e aos senadores.


Com o tempo esse hábito acabou por chegar à Alemanha, na Idade Média, onde os camponeses festejam os aniversários dos seus filhos com um bolo, as velas em número idêntico à idade da criança e mais uma vela que simbolizava a luz da vida, popularizando essa comemoração por todo o mundo.


Como existe uma troca energética com o mundo cósmico, faz sentido pensarmos que durante o nosso aniversário ficamos mais próximos da espiritualidade. Um ano a mais de vida significa um passo adiante na evolução e no autoaperfeiçoamento, um ano mais de experiência e aprendizado e as reflexões que fazemos e toda alegria que envolve esse dia nos aproxima do mundo espiritual.


Apesar do inferno astral, a nossa energia no dia do nosso aniversário é muito espiritual. É como se um portal se abrisse e através dele olhamos para o nosso passado e projetamos o futuro. É inevitável pensar sobre como foi o aniversário anterior, assim como quase todas as pessoas pensam sobre como será o próximo aniversário e como estará a vida até lá. Será que vou atingir tal objetivo? Realizar aquele desejo? Só essa navegação na linha do tempo da nossa vida já nos conecta com o mundo invisível. E, como vimos, essa ideia é bastante antiga e foi através dela que as comemorações de aniversário se tornaram o que conhecemos hoje.


E, em função dessa conexão mais intensa, nossos protetores espirituais ficam mais acessíveis. É ótimo usar essa data para se aproximar deles! Não deixe de comemorar com quem você ama e aproveitar essa ligação mais estreita para direcionar seu próximo ciclo.


Braiam Fagundes

Tchê Peq..png