• Da Redação

Brigada Militar prende abigeatários na região


Foto: BM


Na madrugada desta quarta-feira, 11/03, os policiais militares de Venâncio Aires, Vale Verde e São Jerônimo prenderam em flagrante dois indivíduos de 31 anos pelo crime de abigeato, na localidade de linha Lomba Alta no município de Vale Verde.


A inteligência policial do 23º BPM e do 28º BPM da Brigada Militar haviam identificado os autores dos últimos delitos em Santa Cruz do Sul e região. Várias diligências foram realizadas ao longo das últimas semanas para chegar ao conhecimento do modo de atuação dos delinquentes. Conforme analisado nos dados geográficos da atuação, através da ferramenta Avante, foi possível identificar a maneira que a quadrilha agia.


No início da madrugada desta quarta-feira, os agentes de inteligência constataram movimentação atípica dos delinquentes, onde possivelmente estariam se articulando para comentar novo delito em local incerto, porém com retorno para a região.


O conhecimento obtido foi repassado para o efetivo policial de Venâncio Aires e Vale Verde, o qual montaram barreiras policiais pela região. Em um dos pontos de barreira, ao realizar a abordagem policial um veículo fugiu dos policiais, sendo abordado em outro ponto de barreira. Após parar o veículo o indivíduo tentou fugir para o mato, sendo acompanhado e preso. No veículo foi localizado dois animais furtados abatidos.


Logo após, outro veículo se aproximou, sendo que o condutor ao avistar a barreira policial, perdeu o controle do veículo, colidiu em uma árvore e também tentou fugir para o mato, sendo da mesma forma acompanhado e preso pelos policiais militares. No veículo foi encontrado 03 (três) Rês de raça Jersey holandesa, mista, o qual também havia sido furtado. Após novas diligências a Brigada Militar identificou que os animais foram furtados de uma fazenda do município de São Jerônimo, onde após contato, a vítima confirmou ser proprietária dos animais.


Prisão


Diante dos fatos, os delinquentes foram encaminhados para autuação do flagrante e após conduzidos para a Cadeia Pública. Segundo o Tenente Coronel Giovani Paim Moresco, Comandante do 23º BPM, operações de inteligência policial juntamente com as patrulhas comunitárias do interior -PCI- serão mantidas para prevenir novos delitos de abigeato na região, bem como identificar os receptadores da carne furtada.


Atenção


Moresco salienta também a importância da comunidade efetuar os registros dos delitos de furo abigeato e informar a Brigada Militar, para que as estratégias para a prisão dos autores e prevenção dos delitos possam ser realizadas com maior amplitude e profundidade.


Importante: A Brigada Militar não revelou a identificação dos indivíduos, conforme o art. 198 da Lei de Execução Penal.


Banner para site-1.png