• Da Redação

Busca ativa: Smed precisa localizar nove crianças

O Programa Busca Ativa Escolar “O Futuro se Faz Agora”, promovido anualmente pela Secretaria Municipal de Educação, com o objetivo de identificar crianças de 4 e 5 anos que estejam fora da Escola, está entrando na reta final, faltando ainda identificar a matrícula de 9 crianças para atingir a meta de 100% de matriculados nessa faixa etária.



Neste ano, excepcionalmente, por conta da pandemia da Covid-19, não estão acontecendo aulas presenciais, porém continua a obrigatoriedade da matrícula e do vínculo com a escola

Assim, o responsável deve matricular a criança para garantir a regularização da vida escolar desta e para receber as atividades não presenciais que tem como objetivo manter o vínculo da criança com a escola e também garantir que a criança seja assistida pelo Poder Público.

“Fazemos buscas nos sistemas custodiados pelo Poder Público como o Educacenso, Cadiúnico e SIMUS, mas precisamos também que os pais estejam conscientes da obrigatoriedade da matrícula das crianças a partir dos 4 anos de idade”, salienta Raquel Mazuim coordenadora do Setor de Assistência ao Educando


Foto: Divulgação


Segundo Raquel, durante o período das aulas presenciais, a escola observa a criança e percebe se ela foi vítima de maus tratos, violência, se está doente ou com fome. Neste período de pandemia, em que as famílias estão isoladas, não é possível essa observação mais criteriosa da criança e neste contexto, a matrícula escolar e as atividades não presenciais tornam-se indispensáveis, pois possibilitam à escola identificar estudantes que não buscam ou não devolvem as atividades, ou que não as respondem e monitorá-los de perto para tentar identificar casos de possível negligência, evasão, violência ou até mesmo abandono intelectual.


Importante


Os pais que precisarem tirar o filho da escola por qualquer motivo que seja, deve procurar anteriormente vaga em outra escola para evitar que a criança fique sem vínculo escolar ou na situação de evadido. A Secretaria de Educação oferece vagas públicas em todos os níveis de ensino.


Este ano foram identificadas, através das listas do Cartório de Registro Civil, 2.212 crianças que nasceram no município e estão na faixa etária de 4 e 5 anos. Destas:

- 2147 crianças encontradas matriculadas

- 30 crianças localizadas fora da escola e matriculadas pós Busca Ativa

- 19 crianças em óbito

- 7 localizadas e encaminhadas para o Ministério Público

- 9 crianças ainda não localizadas


Atenção:


Se alguém tiver alguma informação a respeito destas crianças, ligar para o telefone 3724 6039 ou 3724 6022 da Secretaria Municipal de Educação, ou comparecer à Secretaria Municipal de Educação, no 2° andar do Antigo Fórum.

Crianças ainda não localizadas pelo Busca Ativa


1 - NOME: Yasmim Machado Figueiredo

DATA DE NASCIMENTO: 21/12/2014

2 - NOME: Luisa Vitória Cereser

DATA DE NASCIMENTO: 19/06/2015

MÃE: Bruna Carolina Custódio

3 - NOME: Alana da Silva Araújo

DATA DE NASCIMENTO: 29/05/2015

MÃE: Ana Paula da Silva

PAI: Alan Logan da Silva

4 - NOME: Maria Luiza Yasmim Souza da Silva

DATA DE NASCIMENTO: 30/0720/15

MÃE: Vitória Azevedo d Souza

PAI: Cleber Leonardo Alves da Silva

5 - NOME: Camily Lopes Alves

DATA DE NASCIMENTO: 30/10/2015

MÃE: Gabriela de Souza Lopes

PAI: Eloi dos Santos Alves

6 - NOME: José Davi dos Santos Alves

DATA DE NASCIMENTO: 27/11/2015

MÃE: Cristina Coelho dos Santos

PAI: Joelson Antônio da Silva Alves

7 - NOME: Laís Isabelle de Moura Machado

DATA DE NASCIMENTO: 21/11/2015

MÃE: Taina Teixeira de Moura

PAI: Rudinei da Silva Machado

8 - NOME: Willian Ruan da Silva Pinheiro

DATA DE NASCIMENTO: 23/12/2015

MÃE: Rosemeri Quevedo Lopes da Silva

PAI: Vilson Sarlin Rosa Pinheiro

9 - NOME: Davi Loreto Lucca

DATA DE NASCIMENTO: 30/03/2016

MÃE: Bruna Leticia Huff Loreto

PAI: Alisson Gonçalves Lucca

Tchê Peq..png