• Lenon Quoos

Cachoeira deve começar a vacinar adolescentes sem comorbidades na próxima semana

Municípios gaúchos tomaram a dianteira na imunização contra a Covid-19 por faixa etária e, em pelo menos duas regiões do Estado (Campanha e Litoral Norte), já há cidades aplicando a primeira dose da vacina da Pfizer no público abaixo dos 18 anos, sem comorbidades. Cidades localizadas em outras três regiões também já anunciaram que darão início a imunização deste público: Porto Alegre, na região Metropolitana, e Camaquã, na região Centro-Sul, até a quarta, dia 15. E, Novo Hamburgo, no Vale do Sinos, no sábado, 18, abrirá a vacinação direto para adolescentes a partir dos 12 anos.


Adolescentes com idades entre 12 e 17 anos estão aptos a receber a vacina da Pfizer (a única autorizada para esta faixa etária), mas, no RS, o avanço geral da vacinação por faixa etária para os sem comorbidades travou, sob diferentes justificativas. A delonga provocou um atraso na comparação com outros estados, nos quais as campanhas são anunciadas ou colocadas em prática há semanas. Em alguns, inclusive, há mais de 30 dias. O Distrito Federal e outros 17 estados já vacinam adolescentes sem comorbidades.


Em solo gaúcho, a vacinação de adolescentes avançou de fato até o momento na região da Campanha. Além de Bagé, que baixou a faixa em 4 de setembro, em Caçapava do Sul e em Lavras do Sul o público abaixo dos 18 anos, sem comorbidades, também está recebendo a primeira dose. Em Caçapava, a imunização começou há dias e, nesta segunda-feira, estão recebendo a vacina adolescentes de 13 anos de idade. Amanhã a cidade aplica primeiras doses naqueles com 12 anos. E, a partir de quarta, dia 15, ocorre a repescagem dos que não conseguiram ir a um dos locais durante a semana. Em Lavras, desde o sábado, 11, estão sendo vacinados aqueles a partir de 14 anos. Na vizinha Candiota as aplicações aconteceram ainda no início de agosto. Já no Litoral Norte, foi Torres que saiu na frente. O município começou a vacinar jovens entre 15 e 17 anos, sem comorbidades, na sexta-feira, 10.


CACHOEIRA DO SUL


Atendendo a Nota Técnica do Ministério da Saúde, a Secretaria Municipal da Saúde dará início nesta quarta-feira a campanha de reforço da vacinação contra a Covid-19, mobilizando a população residente nas Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPIs). Nesta primeira etapa, estarão aptos a receber a 3ª dose do laboratório Pfizer (independente do imunizante recebido anteriormente) 375 pessoas com mais de 60 anos internadas nas 17 unidades em operação no município.


Após, conforme resolução do Ministério da Saúde, o município deverá começar a imunizar os adolescentes cachoeirenses de 12 a 17 anos com a Pfizer. Segundo o secretário municipal da Saúde, Milton Kelling, a velocidade da ação vai depender das remessas que serão enviadas pelo Governo nos próximos dias e semanas.


Concomitante, a previsão é que demais grupos sejam abrangidos pelo reforço da imunização, como é o caso dos pacientes imunossuprimidos, cujo sistema imunológico é mais debilitado, por conta de doenças congênitas ou imunodeficiências secundárias como pacientes com HIV, com câncer ou que passaram por transplantes de órgãos.

Foto: Divulgação Francisco Arraiz

Banner para site-1.png