top of page
  • Foto do escritorDa Redação

Cachoeira está fora da primeira etapa do programa Empreender Social

Foi homologada, nesta terça-feira, 10, a lista final de habilitados para a primeira etapa do edital do programa Empreender Social. O objetivo da iniciativa é fomentar a geração de renda, promover a autonomia por meio do empreendedorismo e integrar o público da Política de Assistência Social ao mundo do trabalho.


O programa é resultante do termo de cooperação técnica assinado pelo Estado com a ONG Aliança Empreendedora. O documento foi firmado pelo governador Eduardo Leite, pelo titular da Secretaria de Assistência Social (SAS), Beto Fantinel, e pela diretora-presidente da organização, Helena Casanovas, em 16 de agosto.


Lista dos municípios habilitados na primeira etapa


Empreender Social RS

O programa Empreender Social RS irá oferecer 15 mil vagas para a capacitação de pessoas cadastradas no CadÚnico que tenham interesse em empreender ou que já atuem como micro ou nanoempreendedores em todo o Estado, fomentando a geração de renda e possibilitando maior autonomia por meio do empreendedorismo. As capacitações serão executadas pelas prefeituras e organizações da sociedade civil que firmarem Termos de Compromissos com a SAS.


“Capacitar e formalizar empreendedores, dando oportunidade para que possam ter autonomia de geração de renda, é um passo fundamental para tirar as populações vulneráveis da pobreza. Essa é uma das nossas metas junto ao Departamento de Inclusão Socioprodutiva”, explica Fantinel.


Como o programa vai ser executado ao longo de 24 meses e a fim de facilitar os processos de homologação dos interessados, as inscrições estão divididas em etapas. Para a próxima etapa será publicado um novo edital.

Imagem: Governo RS.

Comentarii


bottom of page