top of page
  • Lenon Quoos

Cachoeira leva demandas da educação para tratar em Brasília

A área da educação teve duas grandes pautas durante a semana passada, na estada da comitiva cachoeirense em Brasília, uma na Secretaria Especial de Assuntos Federativos e outra no MEC, com a Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec). No primeiro órgão, com o gerente Maurílio Labanca de Abreu, a comitiva fez o acompanhamento com a equipe técnica da situação atual de convênios e emendas protocolados pelo Executivo desde 2019. Foi também nesta pasta que a vice-prefeita Angela Schuh foi orientada pelo gerente a protocolar com brevidade as demandas prioritárias da Smed, uma vez que os municípios gaúchos estariam liderando a lista de prioridades do governo federal na liberação de recursos, dado o decreto em vigor devido a calamidade que está sendo vivida pelo Estado.


Com o titular da Setec, Getúlio Marques Ferreira, a comitiva, liderada pela vice-prefeita e secretária municipal da educação, Angela Schuh, tratou do andamento do processo que busca a implantação do Instituto Federal Farroupilha (IFFAR) em Cachoeira do Sul. A proposta, que já havia sido protocolada junto ao órgão pela reitora do instituto em Santa Maria, Nídia Heringer, foi detalhada à equipe técnica da secretaria, inclusive na presença da reitora Nídia, que também cumpria agenda em Brasília. Neste encontro, o secretário e seus assessores foram taxativos quanto a importância das contrapartidas para que as cidades sejam contempladas, uma vez que o Governo Federal decidiu recentemente reduzir a lista de novos campi do instituto em todo Brasil de 360 para apenas 100, cada um gerando o custo unitário de R$ 30 milhões à federação.


Neste aspecto, a comitiva cachoeirense ratificou a carta de intenção assinada pelo prefeito José Otávio Germano e que está anexada ao processo, confirmando a locação de 15 salas da Ulbra para pronta instalação da unidade local, mais o ginásio de esportes, refeitório, área de convivência aos estudantes e auditório com capacidade para 500 pessoas para os primeiros três anos. Da mesma forma, a cidade já ofereceu três áreas para que a reitoria escolha o ponto para futura construção de sede própria: 10 hectares junto a Ulbra, uma área no Alto do Amorim e outra na localidade de Três vendas. Cachoeira do Sul também já conquistou dois veículos para serem repassados ao IFFAR, através de emendas do deputado federal Afonso Hahn (R$ 200 mil) e, agora, do parlamentar Heitor Schuch.

Imagem:

Comments


bottom of page