• Da Redação

Cachoeira perde Luciano Ramos, líder comunitário e defensor da causa negra

Cachoeira do Sul perdeu na manhã desta quarta-feira, 2 de junho, uma de suas figuras queridas e conhecidas, o funcionário da Escola Virgilino Jayme Zinn (Ciep), Luciano Ramos, aos 48 anos. Ramos que era líder comunitário, representante da causa negra e conhecido por trabalhar no ramo de buffet no município, vinha há semanas lutando contra a covid-19 e estava internado no Hospital Astrogildo de Azevedo, em Santa Maria. Morador do Bairro Funcap, zona norte da cidade, ele deixou enlutados a esposa Tânia Machado Rodrigues, mãe Nadir Ramos, filhos Lutiane, João Victor, Maria Vitória, neta Pérola e demais familiares e amigos.


Muito querido pelas pessoas, Luciano era conhecido por toda comunidade, especialmente da zona norte, como um grande lutador da causa negra. Era também proprietário do Buffet Ramos, muito requisitado e famoso pelos deliciosos pratos que fazia. A Escola Ciep fará uma homenagem ao seu funcionário que lutou até o fim como um grande guerreiro.


FUNERAL

O corpo está sendo velado na Capela da Funerária Freitas na Rua Roberto Danzmann, nº 630, desde as 16h. O sepultamento será realizado às 9h desta quinta-feira, 3 de junho, no Cemitério Jardim da Paz. Serviços a cargo da Funerária Freitas.

Foto: Divulgação

Tchê Peq..png