• Da Redação

Cachoeira terá hospital de retaguarda no salão da Igreja São José

O salão da igreja São José irá abrigar o hospital retaguarda que será montado em Cachoeira do Sul. A estrutura será preparada para atender pacientes com problemas respiratórios devido ao coronavírus após o Hospital de Caridade e Beneficência (HCB) atingir a sua capacidade de atendimento. A previsão é colocar no local 14 leitos individuais, 39 leitos de enfermaria e 5 poltronas, somando 58 acomodações. Para isso, uma empresa precisa ser contratada para montar as divisórias, instalações elétricas, hidráulicas, de esgoto e colocação de um piso impermeável para proteger o piso que já existe no local. O orçamento para custear esta etapa do trabalho é de R$ 108 mil. A previsão é estar com tudo pronto no início do mês de maio. O HCB destina hoje 40 leitos para casos de Covid-19, sendo 10 para paciente graves e 30 para pacientes intermediários. No entanto, não há como garantir que estes leitos serão suficientes. Com o hospital de retaguarda, a previsão é que os casos mais graves fiquem no HCB e os intermediários sejam levados para este local. Todos os exames necessários serão feitos no HCB. “Realizamos diversas visitas e estamos seguros em sugerir o pavilhão da Igreja São José possui a melhor estrutura e facilidade de logística e acesso da população, já que o Centro de Triagem que está funcionando junto a UPA será transferido para junto do hospital de retaguarda para otimizar a escala e os custos médicos”, explicou o superintendente do HCB, Luciano Morschel. Saiba mais Além da estrutura, será necessário mobiliar o local com camas, colchões, travesseiros, suporte de soro, cilindros de oxigênio, entre outros itens. A previsão é de buscar auxílio com a comunidade e de entidades para doação ou empréstimo de material, além de contar com o auxílio de voluntários no trabalho diário do hospital de campanha.



Foto: F24

1/1169