• Da Redação

Carne de frango sobe 18,86% no ano e pode ficar ainda mais cara

Substituir a carne vermelha tem sido uma opção cada vez mais cara. Com 15% de queda na produção de junho, o frango já encareceu 18% em um ano no RS. E pode ficar ainda mais caro se a indústria repassar todos os aumentos da cadeia.

Entre as explicações, a Associação Gaúcha de Avicultura (Asgav) cita a especulação no valor do milho e a redução de estabelecimentos consumidores, como restaurantes, em razão da pandemia de coronavírus.


A crise sanitária afetou também a logística do grão e do farelo de soja, que compõem a ração dos animais. Os produtores alegam que a única saída é o repasse dos custos para os preços ao longo da cadeia, até chegar às gôndolas dos supermercados.


Em junho de 2020 as famílias gastavam em média R$ 36,62 por mês com o consumo de frango. Com o aumento do preço do produto e a substituição da carne bovina, o gasto passou para R$ 43,95 no mês passado. E deverá aumentar mais com novos preços.

Foto: Divulgação

Banner para site-1.png