• Lenon Quoos

CEVS divulga comunicado com orientações sobre medidas para prevenir a disseminação da Delta

Considerando a identificação de novas variantes do SARS mutações específicas com o aumento da transmissibilidade do vírus e a confirmação da variante Delta no Rio Grande do Sul, o Centro Es orienta no sentido de que ações preventivas devem ser mantidas e reforçadas, independentemente do avanço da vacinação em todo país, em especial as abaixo descritas:


INFORMAÇÕES RELEVANTES:

• A vacinação é uma estratégia pública essencial para reduzir casos graves e diminuir o risco de morte.

• A vacinação não protege contra a contaminação e transmissão do vírus, porém diminuindo sintomas e casos graves, ao longo do tempo diminu no ambiente.

• Quanto menor a quantidade de vírus circulando, ou seja, menor número de pessoas com sintomas, menor a chance de novas variantes.

• As pessoas com alto risco de morte, mesmo com sistema vacinal completo, podem apresentar quadros graves da doença.

• O uso da máscara é essencial para diminuir o risco de transmissão, entretanto a máscara não substitui o distanciamento físico mínimo entre pessoas que moram em casas separadas.

• O auto isolamento (ou isolamento consciente) identificação de qualquer sintoma respiratório até o momento que seja possível excluir COVID-19 ou outras doenças virais respiratórias.

• Os sintomas respiratórios podem ser muito leves, tais como: tosse, espirros, dor de cabeça, dor ou coceira na garganta, febre ou coriza. Nenhum sintoma deve ser minimizado ou desvalorizado.


Demais orientações você confere no documento, distribuído pela 8ª CRS

Orientações sobre as medidas para prevenção da disseminação da COVID
.pdf
Download PDF • 107KB

Foto: Divulgação

Banner para site-1.png