top of page
  • Foto do escritorDa Redação

Chuvarada de 160mm em uma hora inunda e causas muitos estragos em Cachoeira


Uma forte enxurrada inundou Cachoeira do Sul de forma generalizada e sem precedentes nos últimos anos no final da tarde desta sexta-feira, 22 de dezembro. São vários os estragos relatados que estão chegando na redação do Fatos 24h, por todas as partes da cidade, desde o Centro até os bairros. A cidade ficou um verdadeiro caos.


No centro de Cachoeira, especialmente na descida dos bancos na Rua 7 de Setembro, os carros ficaram submersos, já que a tubulação do esgoto pluvial não possui meios suficientes para realizar a vazão e diminuir o acúmulo da água.


O muro do Colégio Marista Roque não suportou tanta água e se foi ao chão. Vários relatos de residências inundadas também estão sendo enviados para a redação. "Nunca havia acontecido de entrar água na minha garagem que fica no alto. Foi uma chuva sem precedentes", disse um morador.


No bairro Quinta da Boa Vista, zona norte da cidade, um morador disse: "O muro dos fundos da minha casa foi levado pela água e agora estou tentando contribuir para ajudar a vazão da água.


Conforme pluviômetro, em 1 hora de chuva forte, das 18h30min às 19h30min, foram registrados mais de 160 milímetros de chuva.


Ainda existem relatos de fortes alagamentos nas ruas Tito Osório, Ismael Pereira e também Ernesto Alves, essa última com carros também que ficaram boiando com o alagamento.


Pelo menos nove famílias, maioria moradoras do bairro Augusta, tiveram perda total em suas residências devido ao grande alagamento. Há vários registros na Rua Ramiro Barcelos, onde casas foram consumidas pela água. Vários muros caíram na Avenida Brasil. Além disso, a Ponte do Amorim ficou submersa com o acúmulo da água. Na esquina de baixo da Fenarroz, uma cratera se abriu na via.


Parte da Conde de Porto Alegre teve os paralelepípedos arrancados pela volume de água.

A redação do Fatos 24h tentou contato com a Defesa Civil, mas não puderam atender porque estão prestando assistência aos afetados pelos estragos.


Abaixo um vídeo em que mostra o muro do 13° Grupo de Artilharia de Campanha (13º GAC) totalmente destruído pela enxurrada, na Avenida João Neves.


Confira mais estragos:





bottom of page