top of page
  • Foto do escritorDa Redação

Com chuva de 168mm nas últimas 48h em Cachoeira, Defesa Civil atende 51 pessoas


Em decorrência das chuvas intensas, registrando 168 mm, que atingiram Cachoeira do Sul nas últimas 48 horas, a Superintendência Municipal de Proteção e Defesa Civil realizou atendimento a 15 residências, afetando 51 pessoas.


O maior registro de ocorrências foram de colapso ou ausência de drenagem pluvial causando o alagamento de 9 moradias nos bairros Primavera, Cristo Rei, Barcelos, Quinta da Boa Vista e Tibiriçá, mesmo com a água no interior dos imóveis três moradores optaram por permanecer em suas residências pois com a redução das chuvas a situação deverá ser normalizada os demais ficaram em casa de familiares, equipes da Secretaria Municipal de Obras foram acionadas para realizar intervenção no Bairro Primavera para escoar a água das residências.



Por infiltração em telhados ou problemas no sistema de calhas, foram realizados 4 atendimentos nos bairros Primavera, Habitar Brasil e Fátima. Os moradores foram orientados a proteger móveis e utensílios e a não subir nos telhados devido ao risco de queda, uma família foi abrigada pelo Serviço do Plantão Social em decorrência do imóvel não oferecer segurança para permanência.


As situações mais graves ocorreram nos bairros Santo Antônio e Santa Helena, onde foi registrado deslizamento de terra em um caso, derrubando o muro de uma moradia. A Defesa Civil seguirá monitorando a evolução ou estabilização da situação.


No Bairro Santo Antônio, uma família foi levada para casa de familiares, considerando a situação de risco do seu imóvel em decorrência de movimentação de massa e de não ser possível avaliar a estrutura das fundações do imóvel à noite e sob forte chuva. Na manhã desta segunda-feira (13 de novembro), 2 famílias (totalizando 03 adultos e 03 crianças) permanecem desalojadas.


Fotos/Texto: Ascom Prefeitura Cachoeira

bottom of page