• Da Redação

Conheça as proposições dos candidatos a prefeito sobre as publicações oficiais

A implantação do Diário Oficial Eletrônico (DOE) em Cachoeira do Sul é um dos assuntos mais tratados entre os candidatos à prefeitura. Essa mudança implica que a divulgação dos atos oficiais devam migrar para o meio digital gratuito, abandonando a forma impressa. O candidato Cleber Cardoso (Podemos), afirma que está no seu plano de governo a implantação do DOE, sendo essa uma das prioridades da gestão, caso seja eleito.


O candidato Francisco Vargas (PSL) também afirma que a atual forma de divulgação acabará no dia 1º de janeiro, caso seja eleito, e também passará a adotar o DOE.


Já o candidato Gerceí Silveira (PSB) afirma que se for eleito, a Secretaria de Comunicação Social e Relações Institucionais, o site e as redes sociais da prefeitura serão os principais canais de divulgação e informação dos atos municipais. Na forma impressa apenas campanhas institucionais de relevância pública e publicações obrigatórias.


O candidato a prefeito José Otávio Germano (PP) também afirma em suas declarações de campanha que pretende tornar realidade o DOE, o que trará mais economia para o município.


O candidato Leandro Balardin (PSDB) afirma que fará uma gestão séria e que o projeto se chama "Governo Eletrônico - Diário digital e não mais impresso", pretendendo modernizar a estrutura de informática, implantar processos administrativos eletrônicos e com acesso ao cidadão onde reorganização das secretarias, para entregar mais ao cidadão, será o foco da gestão, proporcionando um modelo mais moderno, dinâmico, econômico e que tenha foco da entrega de resultados para a sociedade.


Sobre o assunto, a candidata Marta Caminha (PT) informa que irá estudar a implantação desde que os princípios da administração pública, entre eles o da publicidade de atos, dados e informações , sejam cumpridos com rigor, e que a forma como isso se dará deve levar em conta a garantia de transparência, clareza e acesso universal pela população, sem desperdício dos recursos públicos.


Já o atual prefeito e candidato a reeleição, Sérgio Ghignatti (PL), não tem se declarado sobre o assunto na mídia, já que em seus dois mandatos a divulgação dos atos oficiais foram mantidas na forma impressa.

Foto: Divulgação


1/1186