• Da Redação

Conheça Marcelo Figueiró, vereador eleito para o seu segundo mandato no Legislativo

A 18ª legislatura contará com 13 homens e duas mulheres. O próximo entrevistado será o vereador reeleito, Marcelo da Silva Figueiró, mais conhecido como Marcelo Figueiró do Movimento Democrático Brasileiro (MDB). O vereador fez 918 votos.


Durante esta série de matérias especiais que o Fatos 24h trará cada vereador eleito para um bate-papo, com perguntas e respostas, e algumas curiosidades sobre os mesmos. Todos receberam as mesmas perguntas e o mesmo prazo para respondê-las.



Quem é o Marcelo Figueiró?

Marcelo Figueiró tem 46 anos, é publicitário, faz política do bem desde 1990. Como gestor acredita que a criatividade, o planejamento, o diálogo e as boas ideias são fundamentais para trazer o desenvolvimento social para Cachoeira.


Porquê resolveu entrar para a política?

Faço política desde 1990, quando fui presidente do Grêmio Estudantil Euclides da Cunha, do Instituto João Neves. Dali fui presidente da União Municipal de Estudantes, da Juventude do PMDB Estadual e Nacional. Na vida pública comecei atuando como assessor do Governador Germano Rigotto, depois da presidência da Assembleia Legislativa, da Câmara dos Deputados e me elegi vereador. Sempre ocupei cargos públicos porque gosto de encontrar soluções para as dificuldades das pessoas. Cada função que ocupei acabou me dando experiência para resolver problemas maiores em um encargo de maior representatividade. Na verdade se entra na política e se assume novos desafios para isto, poder auxiliar um número maior de pessoas a ter uma vida melhor.

Além disto tudo, certamente tenho influência da minha família. Meu avô, Francisco, meu pai, Volny, meu irmão, Luciano, todos já foram vereadores. Minha mãe embora nunca tenha ocupado cargo eletivo já atuou em todas as esferas da Educação no Estado, chegando a Secretária Estadual. Não existe como tomar café da manhã na minha família se tu não souber um pouco de política. Isto acabou me incentivando a defender minhas próprias ideias em funções públicas diferentes.


Antes de ser Vereador, qual era sua profissão ou ocupação?

Sou Bacharel em Comunicação-Social, Publicitário, formado pela FAMECOS da PUC/RS. Trabalhei em várias assessorias de comunicação. Sempre que a vida pública permite, volto ao meu ofício. Adoro o rádio, o jornal, as agências de publicidade e tudo que se refere a propagação do conhecimento. Me considero um arte-finalista, diagramador e escritor bastante razoável.


Você já possui projetos para a sua próxima legislatura? Se sim, pode me dizer algum ou alguns?

Acredito que existem algumas situações criadas na legislatura anterior que precisam ser repensadas. O 13º salário é uma delas. Me dedicarei a corrigir estes erros nos meus primeiros dias como vereador. Além disto deixei mais de 20 projetos protocolados na Câmara, na legislatura passada que não tiveram andamento depois que sai do parlamento. Vou buscar dar continuidade a estas matérias.


Qual é a sua bandeira na política? (Ajudar a população, melhorias na cidade, saúde, maior auxílio para o interior do Município…)

Trabalho em sete eixos principais.

SAÚDE, com defesa do atendimento nos bairros e a atenção básica;

EDUCAÇÃO, com priorização das escolas para o desenvolvimento das comunidades;

ASSISTÊNCIA SOCIAL, com promoção da igualdade aos que possuem maiores dificuldades;

INFRAESTRUTURA, buscando calçamento e benfeitorias com parceria das comunidades;

DESENVOLVIMENTO, com busca de empresas, emprego e renda;

DEFESA ANIMAL, priorizando a castração indolor e racional, como controle populacional;

CULTURA, buscando a democratização dos equipamentos artísticos, históricos, turísticos.


6 - É natural de Cachoeira?

Sim.


Se você fosse convidado para assumir alguma Secretaria? Você aceitaria? Qual gostaria de assumir? -

Me elegi para vereador, no momento estou focado apenas nesta atividade.


Você é a favor do Diário Oficial Eleitor pelo Executivo Municipal?

Acredito que existem algumas informações do Diário Oficial que realmente podem ser transferidas para o meio eletrônico, como alguns balanços e súmulas de contrato. Estas dizem respeito a grupos reduzidos de pessoas. Agora, leis, que vão afetar toda a sociedade, gerando multa, proibindo formas de convivência e organização, devem ser publicadas em todos os meios de comunicação possíveis, tanto no eletrônico, como no impresso, e em outros veículos que estiverem a disposição.


O que você pensa em relação ao 13º?

Sou contra. Devolvi todo os valores do 13º salário, que entraram em minha conta corrente, enquanto estive como vereador.


Você como vereador reeleito, algum dos seus projetos ficou pendente para a próxima legislatura?

Vários. Vou buscar desarquivá-los e buscar rediscuti-los assim que possível.


Curiosidades:

  • Qual seu hobbie? Cinema, filmes e séries.

  • Qual time que você torce? Internacional.

  • Idade: 46 anos.

  • Estado civil: Namorando com Taísa Haas Alves.

Tchê Peq..png