• Da Redação

Conheça um pouco mais sobre Kader Saleh, o vereador mais votado

A 18ª legislatura contará com 13 homens e duas mulheres. O próximo entrevistado será o vereador eleito para o seu primeiro mandato, Kader Bahij Misleh Ahmad, mais conhecido como Kader Saleh do Partido Liberal (PL). O vereador, que fez 1.089 votos, foi o mais votado nas eleições do dia 15 de novembro.


Durante esta série de matérias especiais que o Fatos 24h trará cada vereador eleito para um bate-papo, com perguntas e respostas, e algumas curiosidades sobre os mesmos. Todos receberam as mesmas perguntas e o mesmo prazo para respondê-las.



Quem é o Kader Saleh?

Uma pessoa de bom coração, praticante do bem, de bom humor e senso de responsabilidade e justiça. Um pai, advogado, empresário e cantor.


Porquê resolveu entrar para a política?

Por entender que Cachoeira do Sul urge por melhor representação e por estar preparado para exercer, de forma voluntária, essa responsabilidade extrema e ímpar.



Antes de ser Vereador, qual era sua profissão ou ocupação?

Hoje, sou advogado no Escritório Bahij Saleh Advogados, sócio-proprietário da Loja de vestuário Estilo Mania e vocalista do grupo de pagode Novo Estilo.


Você já possui projetos para a sua próxima legislatura? Se sim, pode me dizer algum ou alguns?

Diversos são os projetos, nos mais variados segmentos. Porém, a formalização de cada um deles dar-se-á nos momentos adequados e com diálogo com a população. O primeiro, contudo, será propor a extinção do 13º salário dos Vereadores.


Qual é a sua bandeira na política? (ajudar a população, melhorias na cidade, saúde, maior auxílio para o interior do Município....)

Fazer o melhor por nossa cidade. Minha preocupação, como Vereador, é propor projetos que beneficiem a cidade como um todo, nas mais diversas áreas, aprovar propostas e projetos de outros pares que beneficiem nossa cidade, fiscalizar o executivo e saber dizer não para o que não for bom à sociedade cachoeirense. Minha bandeira é Cachoeira do Sul.


É natural de Cachoeira?

Sim.


Se você fosse convidado para assumir alguma Secretaria? Você aceitaria? Qual gostaria de assumir?

Não. Fui eleito para ser Vereador voluntário. Cumprirei o meu compromisso do início ao fim.


Você é a favor do Diário Oficial Eletrônico pelo Executivo Municipal?

Esse questionamento eu respondo de duas maneiras, até mesmo pelo conhecimento da legislação que decorre da minha profissão como advogado.

O Diário Oficial é o meio pelo qual o Poder Público divulga à sociedade os atos que pretende praticar e os atos já praticados. Essa divulgação decorre, principalmente, da obrigatoriedade do atendimento a um dos princípios basilares que comandam o agir do administrador, isto é, o Princípio da Publicidade. Isso porque a população precisa tomar conhecimento, salvo exceções, dos atos administrativos que afetem à cidade. Como cidadão cachoeirense, não vejo, ao menos neste momento, o Diário Eletrônico como a melhor opção para cumprimento do dever de publicidade. Maior parcela da sociedade sequer sabe acessar o diário oficial eletrônico e outra parcela sequer possui meios tecnológicos e financeiros para isso, para consulta dos atos que serão ou já foram praticados pela administração local, como forma de, tempestivamente, fiscalizar e, inclusive, se for o caso, denunciar eventuais irregularidades. Já o Diário Oficial impresso, em uma cidade pequena, tem maior chance de cumprir com a finalidade legal antes apontada, porquanto o acesso ao periódico impresso é simples, maior, mais fácil e instantâneo. Quero dizer que, se uma pessoa não ler, certamente haverá alguém próximo que vai fazer a leitura e comentar. Exemplificativamente, eventual ato administrativo praticado pelo Executivo, que não seja tornado efetivamente público à sociedade, poderia ocasionar um dano financeiro muito maior do que o custo de uma divulgação impressa. Com essas ponderações, não entendo que a sociedade está preparada para fiscalizar a Administração pelo meio eletrônico, precisando ser estudada e melhor avaliada essa questão.


O que você pensa em relação ao 13º?

Sou absolutamente contra. Minha primeira proposição será a extinção dessa aberração.


Curiosidades:

  • Qual seu hobbie? O principal: cantar.

  • Qual time que você torce? Grêmio.

  • Idade: 30 anos.

  • Estado civil: Casado.

1/1169