• Da Redação

Conheça um pouco mais sobre Luis Paixão, vereador reeleito para seu 3º mandato

A 18ª legislatura contará com 13 homens e duas mulheres. O próximo entrevistado será o vereador reeleito, Luis Alberto Paixão, ou simplesmente Luis Paixão do Partido Progressista (PP). O vereador, que fez 661 votos, está indo para seu terceiro mandato e esteve presidindo a Casa no ano de 2013.


Durante esta série de matérias especiais que o Fatos 24h trará cada vereador eleito para um bate-papo, com perguntas e respostas, e algumas curiosidades sobre os mesmos. Todos receberam as mesmas perguntas e o mesmo prazo para respondê-las.


Quem é o Luis Paixão?

Luis Paixão, 44 anos, natural de Cachoeira do Sul, casado (união estável), Gremista, tem duas filhas, formado em Técnico em Radiologia pela Escola HCB, formado em Gestão Pública pela UAB, Vice Presidente do Sindicato da Saúde.


Porquê resolveu entrar para a política?

Entrei na política para tentar contribuir com o desenvolvimento da cidade. Sonho com uma cidade próspera, para que nossos filhos não precisem abandoná-la em busca de oportunidades. No início da minha vida profissional, tive oportunidade de ir embora, e por acreditar que Cachoeira, têm solução, resolvi continuar estabelecido e, por consequência, o envolvimento com a política.


Antes de ser Vereador, qual era sua profissão ou ocupação?

Técnico em Radiologia na Unidade de Pronto Atendimento (UPA).


Você já possui projetos para a sua próxima legislatura? Se sim, pode me dizer algum ou alguns?

Em nenhum dos mandatos eu entrei com algum projeto específico planejado anteriormente, todos, surgiram de conversas com a própria comunidade. Ideias eu tenho, mas, com muita tranquilidade vamos trabalhar para implementá-las. Na verdade, Leis existem milhares, o que se torna mais importante é que sejam, de fato, cumpridas e ai entra nosso papel enquanto fiscalizadores.


Qual é a sua bandeira na política? (ajudar a população, melhorias na cidade, saúde, maior auxílio para o interior do Município....)

Apesar de ser oriundo da saúde, também defendo, além da saúde, os servidores públicos municipais, pois sofrem diretamente com os mandos e desmandos da política. Mas não me limito a isso, atuo e trabalho todas as demandas que, normalmente, sou procurado, educação, infraestrutura urbana e rural, trânsito, enfim, diversifico muito minha atuação.


É natural de Cachoeira?

Sim.


Se você fosse convidado para assumir alguma Secretaria? Você aceitaria? Qual gostaria de assumir?

Quanto a assumir funções públicas, gostaria de me manifestar apenas no momento em que for convidado, o que não aconteceu de momento. Se for para contribuir, não vejo problemas.


Você é a favor do Diário Oficial Eletrônico pelo Executivo Municipal?

Sempre fui um defensor do diário oficial eletrônico, mas, a bem da verdade é que, quanto maior divulgação, melhor, o que acontece é que o valor dispensado com publicidades é muito vultuoso. É preciso adequar a realidade financeira do município.


O que você pensa em relação ao 13º?

Quanto ao 13º, na sua criação, entendi que naquele momento, caso a lei fosse criada, não poderia ser pago imediatamente, deveria ser pago para a próxima legislatura, mas, não é ilegal.


Curiosidades:

  • Qual seu hobbie? Não informou.

  • Qual time que você torce? Grêmio.

  • Idade: 44 anos.

  • Estado civil: Casado.

Tchê Peq..png