top of page
  • Foto do escritorDa Redação

Construção de casas de passagem é opção na Consulta Popular até sexta

Se encerra nesta sexta-feira o prazo de votação da Consulta Popular 2023. Uma das opções sugeridas pela Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Inclusão Social (Smis), é a de número cinco (5), intitulada “Melhorias e reformas habitacionais para inscritos no CADÚNICO”.


A ideia é reduzir o alto custo para o município para manter auxílio habitacional a famílias em situação de emergência inscritas no cadastro único, com a construção de cinco casas de passagem para que famílias em vulnerabilidade social residam temporariamente até que a situação de risco seja contornada. A medida atenderá em especial os desabrigados pelas inúmeras enchentes que atingem Cachoeira do Sul.


Como votar?

A votação em cédulas de papel não existe mais, agora a votação funciona exclusivamente pela internet. Além do portal on-line (https://consultapopular.rs.gov.br/inicial), os cidadãos podem usar o aplicativo WhatsApp, por meio do número (51) 3210-3260, para eleger as ações que consideram essenciais para a sua região. Neste ano, o governo estadual investiu R$ 60 milhões na Consulta, valor distribuído entre as 28 regiões dos Conselhos Regionais de Desenvolvimento (Coredes).


Basta informar o número do título eleitoral e selecionar Cachoeira do Sul e clicar na opção de número cinco. Caso o cidadão não tenha em mãos o número do título, poderá obtê-lo por meio do site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).


Onde votar?

Quem tiver dificuldades para acesso à rede mundial de computadores pode procurar o setor de habitação junto à Smis para acessar o site e votar, de preferência trazendo o número do título de eleitor, para agilizar o processo. Há outras opções de computadores espalhados pela cidade para auxiliar a população a votar. Além da Prefeitura, também a Câmara de Vereadores, Uergs, Ulbra, entre outras entidades, estão nesta campanha.


Por que votar?

Para que o município seja contemplado, é necessária a votação de pelo menos 2% dos eleitores. “Cachoeira não vem sendo contemplada nos últimos anos por não atingir o percentual mínimo. Nosso município é o maior da região e juntos precisamos reverter este quadro” desta o Secretário da Smis, Luis Fernando Godoi.

O montante disponível para Consulta Popular para o Corede este ano é de R$ 2,2 milhões a ser rateado entre os municípios que obtiverem 2% de eleitores votantes na escolha das demandas. O Corede Jacuí Centro é composto pelos municípios de Cachoeira do Sul, Cerro Branco, Novo Cabrais, Paraíso do Sul, Restinga Seca, São Sepé e Vila Nova.


Abrigos temporários

Da elevação dos mares ao aquecimento das temperaturas e furacões e tornados mais violentos, os impactos das mudanças climáticas estão piorando. Em todos os continentes, a vida como a conhecemos está mudando devido ao aumento das temperaturas - e não para melhor. E a parte mais devastadora da mudança climática é o impacto humano. Porque embora possa afetar a todos, não afeta a todos igualmente.


Comunidades vulneráveis em todo o mundo viram suas casas devastadas, seus meios de subsistência reduzidos e sua estabilidade ameaçadas pelas mudanças climáticas. Em nossa região grandes enchentes vêm acontecendo nos últimos anos com muitas famílias ribeirinhas atingidas.


As "casas de passagem" servirão para abrigar famílias assoladas por eventos climáticos ou sinistros até que possam retornar para suas casas ou receber uma nova moradia definitiva em condições adequadas, na medida em que forem inseridas nas políticas habitacionais desenvolvidas pelo Município em parceria com as demais esferas governamentais.


Opções sugeridas pela Smis

5 - Melhorias e reformas habitacionais para inscritos no CADÚNICO

6 - Benefícios eventuais (para os cadastrados no CADÚNICO)


QR CODE QUE DIRECIONA PARA O LINK DA CONSULTA POPULAR




bottom of page