top of page
  • Foto do escritorDa Redação

Corsan desliga todo sistema para consertar bomba e Cachoeira fica sem água

O sistema emergencial de captação flutuante de água montado pela Corsan no rio Jacuí precisou ser desligado, nesta segunda-feira, 13, para conserto em uma das três bombas. A previsão é de que o abastecimento seja normalizado gradualmente a partir das 18h no Centro e na parte baixa da cidade e, a partir das 23h , na parte alta.


A bomba que está sendo consertada parou de funcionar no domingo à noite, após um rompimento. Foram afetados 13 bairros por interrupção de abastecimento.

A captação flutuante de água foi montada em uma balsa, depois que as máquinas onde esse trabalho é feito pela Corsan ficaram alagadas pela enchente do rio Jacuí. Nesta segunda-feira, com ajuda do Exército, uma equipe da Companhia conseguiu chegar ao local para avaliar os danos e iniciar os reparos possíveis nos equipamentos submersos.


Prevenção ao desabastecimento

A Corsan recomenda à população que faça uso consciente da água, sem desperdício, e utilize apenas para tarefas prioritárias. Sem esse cuidado, os locais que estão tendo o abastecimento restabelecido poderão ter falta de água novamente.



1 commentaire


Carlos Rodrigues
Carlos Rodrigues
13 mai

Parece piada. Quando o nível do Jacuí baixa muito, a Corsan tem dificuldade em manter a captação de água. Quando sobe demais, também. Mas essa variação é característica imutável do rio. Como a companhia, agora privatizada com anúncio de melhorar os serviços, não consegue estar preparada?

J'aime
bottom of page