top of page
  • Lenon Quoos

CTGs Lanceiros e Os Gaudérios vão concorrer nas Danças Tradicionais do Enart 2023


O Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Lanceiros do Sul e Os Gaudérios, ambos de Cachoeira do Sul, pertencente a 5ª Região Tradicionalista (RT) vão se apresentar na 36ª edição do Encontro de Artes e Tradição Gaúcha (Enart) em 2023. Lanceiros se apresentará na noite de sábado, 25, encerrando a fase classificatória, em busca de uma vaga na finalíssima na modalidade Danças Tradicionais Força B.


Os 13 pares que compõem o grupo vão fazer o deslocamento de 100 quilômetros na sexta para focarem na concentração no sábado. O Enart acontecerá entre essa sexta-feira e o domingo, 24 a 26, no Parque da Oktoberfest em Santa Cruz do Sul.


O trabalho da entidade iniciou em 2021, com apenas quatro pares. Já a decisão em participar do Enart neste ano aconteceu em outubro de 2022. O grupo é bem diversificado, com dançarinos entre 15 e 40 anos, com alguns integrantes que residem em cidades da região, como Novo Cabrais e Encruzilhada do Sul.


O CTG Lanceiros decidiu construir um trabalho consistente para montar as nove danças necessárias e, desse modo, competir na Força B. A temática surgiu no decorrer do processo. O brasão do CTG foi a chave para a escolha do tema, após as duas lanças terem chamado a atenção do instrutor. Então conversou com o coreógrafo Ederson Vergara, responsável pelas danças de entrada e saída da invernada adulta, que topou a ideia de contar a história desse instrumento de combate, mas que também representa a união. A entidade promete apresentar coreografias fortes.


O CTG Os Gaudérios também estará disputando na Força B. A entidade será a sexta a se apresentar no Bloco 2 na manhã desse sábado, 25. Chegando à sua 11ª participação, o CTG que fez 61 anos de história em 30 de junho, participou do primeiro Enart em 2008. Apesar de nunca terem se classificado para a finalíssima da Força A, soma bons resultados na Força B. No ano passado ficaram em 6º lugar. Além disso, houve quatro participações na final da Força A, em 2008, 2009, 2013 e 2014.


O ensaios acontecem diariamente e a preparação do grupo é intensa até o dia do festival. O CTG possui uma boa expectativa para esse ano, apostando na experiência dos dançarinos na competição. A participação do CTG só foi viabilizada por conta de patrocinadores e jantares para arrecadar os recursos necessários, além do investimento individual de cada dançarino. A presença do CTG Os Gaudérios no Enart também demorou para ser confirmada porque precisou ser obtida por meio de uma liminar.


"Tropeiros do Tempo" será o tema da performance, já que os tropeiros tiveram papel central no desenvolvimento de diversos estados, inclusive no Rio Grande do Sul. Isso porque eram condutores de tropas de muares e cavalos entre diferentes regiões, controlando os animais enquanto cruzavam incontáveis quilômetros pelo interior do país. O CTG buscará retratar esse período histórico entre 1737 (fundação da cidade de Rio Grande) e 1845 (fim da Revolução Farroupilha) em sua coreografia.

CTG Os Gaudérios.


SAIBA MAIS

O CTG Tropeiros da Lealdade, também de Cachoeira do Sul, vai competir na Declamação Individual.

Comments


bottom of page