• Da Redação

Defesa Civil alerta para fortes temporais com vendaval, descargas elétricas e granizo

A segunda-feira, 11, inicia com tempo firme predominando no Rio Grande do Sul, mas o avanço de uma frente fria provoca chuva e temporais pelo estado. Essa chuva deve chegar entre o final da manhã e o início da tarde, primeiramente nas áreas de fronteira com o Uruguai e aos poucos avançando para as demais regiões.


Fortes temporais são esperados especialmente entre Fronteira Oeste, Campanha, Sul e Centro com rajadas de vento de até 70 Km/h, descargas elétricas e queda de granizo.


O Alerta é válido para os dias 11 e 12 de Janeiro de 2021.

CONTATOS EM CASO DE EMERGÊNCIA


-DEFESA CIVIL: (51) 997732913


- CORPO DE BOMBEIROS: 193


-SAMU: 192


- SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS: (51) 3724 6117


- SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE: (51) 3724 6044


- SECRETARIA MUNICIPAL DE INTERIOR E TRANSPORTE: (51) 37246094



COMO AGIR EM CASO DE TEMPORAL


COMO AGIR ANTES DE UM TEMPORAL?


- Revise a resistência de sua casa, principalmente a cobertura.


- Mantenha as árvores em sua casa sadias e bem podadas.


- Não deixe objetos e entulhos soltos no quintal.


- Informe a prefeitura sobre árvores não sadias identificadas no passeio público.



COMO AGIR QUANDO OCORRER UM VENDAVAL?


- Feche bem janelas e portas, evitando canalizações de ventos no interior de sua residência.


- Desligue os aparelhos elétricos e feche o registro.


- Evite transitar nas proximidades de fiação elétrica e estruturas que não transmitam segurança.


- Não estacionar veículos próximos a torres de transmissão, placas de segurança e árvores de grande porte.


- Não se abrigar sob árvores ou estruturas metálicas.



COMO AGIR APÓS O VENDAVAL?


- Ajude na limpeza e recuperação da área onde se encontra, começando pela desobstrução das ruas e outras vias.


- Ajude vizinhos que foram atingidos.


- Evite o contato com cabos ou redes elétricas caídas. Avise a Defesa Civil ou Bombeiros sobre esses perigos.


- Procure não utilizar serviços hospitalares, de comunicações, a não ser que necessite realmente; deixe esses serviços para os casos de emergência.

Foto: Divulgação

Tchê Peq..png