• Da Redação

Defesa Civil se prepara para retirar famílias ribeirinhas do Rio Jacuí

A Prefeitura Municipal de Cachoeira do Sul através da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil de Cachoeira do Sul emitiu na manhã desta sexta-feira, 10, o Boletim de Risco de Evento Adverso 02/2020, informando que já se prepara para possibilidade de retirada das famílias ribeirinhas que podem ser afetadas pela inundação do Rio Jacuí.


O Rio Jacuí atingiu a cota de 20,10 m na manhã desta sexta-feira, estando 2,10 m acima do nível normal e continua subindo 1,9 cm/h.

A Equipe da Defesa Civil percorreu a região ribeirinha levando informativo quanto aos cuidados que as famílias devem ter quanto ao risco de inundação, preparação de material pessoal quanto a necessidade de remoções e telefones de contato.


De acordo com o Plano de Contingência da Defesa Civil Municipal com 21,5 m é acionado o alerta para a comunidade para que possam ser retiradas as primeiras famílias antes da cota de 22 m quando é possível retirar os moradores de maneira preventiva antes que a água invada as residências. As medições são realizadas às 7h e as 17h, junto a Barragem da Ponte do Fandango.


A retirada preventiva é uma ação que tem tido êxito, pois garante a segurança dos envolvidos, socorristas e pessoas afetadas, propicia maior agilidade no atendimento e reduz os prejuízos das famílias afetadas pois permite que móveis e utensílios sejam carregados antes de serem atingido pelas águas.


Foto: Prefeitura


Abrigo na Fenarroz e Sindicato Rural


A Defesa Civil já realizou contato com a Diretoria da FENARROZ e Sindicato Rural para que, em caso de necessidade de remoção de famílias ribeirinhas, o Pavilhão de Exposições seja utilizado como Abrigo Provisório. De acordo com a Defesa Civil o pavilhão é amplo, comportando o número de famílias previstas e fica próximo a área mais afetada, permitindo que os moradores possam ficar próximos as suas residências. O Ginásio Municipal Derli Steinmtez está sendo utilizado como abrigo provisório para pessoas em situação de rua.


Telefones de Emergência:


Corpo de Bombeiros: 193 – (51) 3722 2000


Defesa Civil: (51) 997732913–(51) 997630073–(51)997447384–(51)981853980–(51) 984254210


Orientações de Defesa Civil:


- Previna-se, deixe materiais, utensílios e documentos preparados para a necessidade de remoção emergencial


- Se a sua residência estiver sendo invadida pela água desligue o disjuntor geral de luz e feche os registros de água


- Evite o contato com água e lama de inundações: não deixem as crianças brincarem na água ou lama, não consuma alimentos que tiveram contato com água de inundações.


- Limpe bueiros, calhas e sistemas de drenagens. Não suba em telhado durante a chuva ou com o mesmo úmido.


- Evite lixo e entulho nos arredores de suas casas e acondicione o lixo adequadamente


- Evite a prática de esportes náuticos, passeios e pesca em áreas inundadas ou com o rio acima do seu nível normal. Se o fizer utilize equipamentos de segurança, comunicação e avise os familiares sobre o trajeto, hora de saída e previsão de retorno.


- Evite caminhos, pontes, pontilhões e passarelas que esteja submersos ou com nível da água acima do normal.


- Aranhas, cobras, escorpiões e roedores podem ter buscado abrigo em residências. Inspecione o local com segurança.


- Não beba água de fontes, poços ou cisternas afetados por inundações sem antes desinfetá-la, filtre e ferva a água. Se a água apresentar cor ou cheiro estranho não utilize.


Importante: O 3º Batalhão de Engenharia e Combate confirmou apoio a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil de Cachoeira do Sul em caso de inundação.




Fotos: Prefeitura


Tchê Peq..png