• Da Redação

Deputado Marlon Santos volta a atacar candidato com fortes declarações no Facebook

O deputado federal Marlon Santos (PDT) utilizou das redes sociais nesta terça-feira, 10 de novembro, para atacar novamente a oposição com declarações "pesadas". Em uma postagem no Facebook, foi divulgada uma foto junto à Sergio Ghignatti e Oscar Sartório, os três caminhando no centro de Cachoeira do Sul na segunda-feira, 9 de novembro, à tarde.


"Um momento muito complicado para mim (me responsabilizar pela séria indicação de alguém), mas não posso deixar de indicar uma pessoa que minha razão me faz indicar: ESSE É HONESTO! E se não satisfaz os requisitos todos do eleitor, com certeza NÃO NOS ENVERGONHA COMO CACHOEIRENSES! É um médico QUERIDO, não é vaidoso! Me sinto na obrigação de estar ao lado do Cachoeirense nesse momento, como eleitor, mais que como Deputado Federal! E, sinceramente, cobro e sempre cobrei dele mais ousadia e mais arrojo, mas, cada um age conforme sua natureza. E, pelo pior quadro que se apresenta, no inexplicável “podium” do momento, prefiro usar a razão e votar numa pessoa sensata, humana, que é pescador do Rio Jacuí, que anda num CACO DE UMA CAMIONETE, que ninguém precisa ter dinheiro pra consultar com ele como médico, que não tem nojo de ninguém, que come no dog da esquina, que corre atrás de cinquenta reais para o orçamento da família, do que votar numa coisa, num ogro, num arremedo. Posso admitir tudo , menos topar a ideia de que a mesa da prefeitura seja substituída de um bisturi por um prato de cocaína!".


A postagem chamou a atenção dos internautas pelo teor das palavras e a utilização da "cocaína" mais uma vez, claramente uma crítica a algum dos candidatos ao pleito.


Deputado do PDT apoia candidato do PL

O Deputado Federal já havia feito uma live polêmica se referindo ao assunto no dia 26 de outubro, e deu o que falar nas redes sociais. Marlon que é filiado ao PDT, partido que está coligado com o também candidato a prefeito do município, José Otávio Germano (PP), apoia a reeleição do atual prefeito Sergio Ghignatti (PL).


A presidente do PDT em Cachoeira, Claudia Scarparo, ficou surpreendidada com as declarações de baixo nível do deputado federal e explica que a Comissão Provisória do PDT está encaminhando todas as manifestações do deputado para o diretório estadual analisar e encaminhar para Brasília para serem analisadas e julgadas. "A executiva nacional do PDT é quem faz a análise, o julgamento e toma as providências. Marlon Santos não representa o PDT em Cachoeira", enfatiza.


Como o partido não possui candidato na chapa majoritária, o deputado fica livre para apoiar o candidato que deseja. O que não pode é falar em nome do partido, mas sim se manifestar em seu próprio nome, o que Marlon vem fazendo.






Tchê Peq..png