• Da Redação

Dienifer Weirich | A Pirâmide Alimentar



Na base da pirâmide, estão a água e a atividade física. Compondo a

maior parte do corpo humano, a água é um nutriente essencial para os

processos fisiológicos de digestão, absorção e excreção, além das reações

químicas em geral e manutenção da temperatura corporal. E recomenda-se, no

mínimo 150 minutos de atividade física por semana. (Consulte um profissional

capacitado a lhe ajudar.)


Já os alimentos estão organizados em quatro níveis e oito grupos

alimentares.


Obs.: olhe na segunda imagem de pirâmide acima para um melhor entendimento

dos níveis e grupos



Os níveis são:


1. Energéticos – constituídos pelos carboidratos;

2. Reguladores – constituídos pelas vitaminas, minerais e fibras (frutas,

verduras, legumes);

3. Construtores – constituídos pelas proteínas de origem vegetal e animal;

4. Energéticos extras – compostos pelos açúcares e gorduras em geral,

que devem ser ingeridos de maneira restrita.


Os grupos são:


1. Cereais, pães e tubérculos


É o maior grupo alimentar e compõe a base da pirâmide alimentar, são

os nutrientes energéticos. Nele, encontram-se os alimentos fontes de

carboidratos como aveia, pão, arroz, farinhas integrais, batata doce entre

outros. Na pirâmide, o consumo destes é priorizado, pois são as principais

fontes de energia do organismo, com carboidratos complexos (ricos em fibras),

vitaminas do complexo B e fibras.


2. Hortaliças


Neste encontram-se as verduras e os legumes. Ao consumi-los seu

organismo receberá vitaminas, minerais e fibras. São essenciais para a

regulação de diversas funções metabólicas e funcionamento adequado do

organismo. No entanto, a ingestão inadequada pode levar a estados de

carência e a manifestações clínicas.


3. Frutas


Assim como as hortaliças, as frutas são fontes de fibras, vitaminas e

minerais essenciais ao equilíbrio e funcionamento regular do organismo.


4. Leite e derivados


Os alimentos deste grupo também fornecem proteínas ao organismo, além de

cálcio, nutriente fundamental para constituição óssea e dentes. O consumo

deve ser moderado, pois nos integrais há presença de gordura saturada e

colesterol. Por isso, prefira leite e derivados desnatados.


5. Carnes e ovos


Este é o principal grupo fonte de proteínas de origem animal, que é um

nutriente essencial para a formação de tecidos, enzimas e anticorpos. São

ricas também em ferro e vitaminas B6 e B12 que têm efeito preventivo nas

anemias. Esses alimentos são ricos em gorduras saturadas e colesterol, por

isso prefira as carnes magras.


6. Leguminosas


Neste grupo encontram-se os grãos, como: feijões, lentilha, grão de bico,

soja e oleaginosas. Além do aporte proteico, são boas fontes de fibras. As

leguminosas são fontes de proteínas de origem vegetal.


7. Óleos e gorduras


São alimentos fonte de energia. Por serem ricos em calorias, sua

ingestão deve ser moderada e equilibrada. É preferível optar pelos alimentos

fontes de gorduras boas como óleo vegetal, azeite de oliva extra virgem,

linhaça, castanhas e amêndoas.


8. Açúcares e doces


Este grupo na pirâmide alimentar é composto por açúcar, mel, doces e

produtos açucarados como achocolatados, por exemplo. São carboidratos

simples, não tem fibras. São pobres em nutrientes e seu consumo deve ser

esporádico.


Dienifer Weirich

Tchê Peq..png